O meu outro Blog - de Culinária
"A Cozinha da Grilinha"


09
Nov 05
Para muitos, a passagem do virtual para o real é bastante dura.
Para outros, impossível.
- Lembro-me dela, que não era ela, era ele.
- Lembro-me dele que não tinha charme algum, embora fosse um verdadeiro Don Juan no virtual. Sabia lidar muito bem com as palavras escritas.

- Lembro-me de toda aquela falsa alegria que vários deixaram transparecer durante anos através das letras e que, no real, rolou ladeira abaixo.
- Lembro-me de opções sexuais que não eram verdadeiras e de amizades que não foram sinceras.

- Lembro-me daquela loura fatal, sexy, sensual que enviava as fotos causando frisson em muitos.
Trinta, trinta e cinco anos, talvez?
Não. Já era avó e beirava seus setenta anos.
As tais fotos eram de cerca de trinta anos atrás retocadas por um super photoshop.

- Lembro-me de críticos literários.
Viviam de um sonho que possivelmente jamais concretizaram.

- Lembro-me dos exaltados, ferozes, provocadores.
Verdadeiras ovelhinhas no real.

- Lembro-me de profissões virtuais.
Médicos, Advogados, Engenheiros.
Seres reais que nem sequer tiveram a oportunidade de passar na porta de uma faculdade.

- Lembro-me dos donos da verdade virtual, apenas virtuais.
No real, não tinham opinião a respeito de nada.
Perdiam-se dentro das suas próprias dúvidas.

- Lembro-me dos intelectuais, vários, a maioria de "trazer por casa".
- Lembro-me de amores que jamais passaram para o real pois no virtual já eram impossíveis.
Se bem que necessários.

- Lembro-me do caracter dos seres virtuais.
Como distinguir os bons e os maus?

No virtual, ninguém nunca foi de ninguém e quando chegaram ao real, poucos foram de alguém.

- Lembro-me dos formadores de opinião e das vaquinhas de presépio.
- Lembro-me da unanimidade virtual, talvez a única coisa real.
- Lembro-me de enigmas. É assim ou assado? É falso ou verdadeiro?
- E lembro-me dos especialistas em enganar, trapacear, provocar.

- Lembro-me dos ofendidos, feridos que sangravam virtualmente até não poder mais.
- Lembro-me dos ódios e intrigas. Quem seria o vilão e a vítima? Jamais saberei.
- Lembro-me de mim, no meio de um tiroteio invisível ou de um carinho duvidoso.
- Lembro-me da ofensa, da necessidade de denegrir a imagem de pessoas que incomodavam a outras pelo simples facto de se destacarem virtualmente.

- Lembro-me, finalmente, que o virtual jamais conseguiu ser real e que o real vivia a anos luz do virtual.

Depois de lembrar-me de tudo isto chego á conclusão de que apenas sei que nada sei sobre o mundo virtual, assim como ninguém sabe.
(autor desconhecido - recebido por mail)
grilinha às 00:27
* * * Grilinha * * * em 30/09/2007 às 17:27
tags:

A realidade virtual é algo cada vez mais inerente à raça humana. É o modo como muitos conseguem expressar o que nunca seria manifestado de outra forma. O texto que colocaste expressa bem a importância dessa nova postura social. Protejamos a nossa identidade virtual de alguns perigos que estão subjacentes aos internautas, e aproveitemos o que de bom a net tem pra nos dar.Vanda
</a>
(mailto:nova-luz@sapo.pt)
Anónimo a 24 de Novembro de 2005 às 10:08

... gostei de ler, Grilinha!!!... Abraço do Sherpas!!!...sherpas
(http://sherpasmania.blogs.sapo.pt)
(mailto:sherpas1@sapo.pt)
Anónimo a 15 de Novembro de 2005 às 13:52

Olá Grilinha.
Pois é, esta coisa do virtual tem muitas armadilhas escondidas, muita fantasia, muito quere ser o que se não é, mas também a vida real nos apresenta tudo isto, ou não fossem pessoas reais as que se conduzem no virtual.
O segredo está em apreciar o que de melhor se conhece nestas andanças - e há muito como ambas sabemos - e esquecer o que não interessa.
E se temos de caír para que nos levantemos, caiamos com classe e levantemo-nos graciosamente.
;)
bjocas grandes da reserva especialGê-éme
</a>
(mailto:gmaciel@netvisao.pt)
Anónimo a 15 de Novembro de 2005 às 11:57

o Dia de São martinho tb é o dia do armistício da primiera guerra onde morreram muitosa portugueses em nome da patria e sempre esquecidos pela repúblicatron
(http://reporter007.blogs.sapo.pt)
(mailto:tron2@sapo.pt)
Anónimo a 14 de Novembro de 2005 às 13:22

passei por isso, por essa passagem pensei que tinha conhecido a mulher da minha vida e me doeu ... e me doiscriptor
(http://rosasagrilhoadas.blogs.sapo.pt)
(mailto:scriptor@sapo.pt)
Anónimo a 14 de Novembro de 2005 às 13:19

««A espectadora»» Obrigada pela visista e pelo comentário. Vou mandar-te um mail a explicar como colocar a música.grilinha
</a>
(mailto:grilinha@gmail.com)
Anónimo a 14 de Novembro de 2005 às 13:02

««EMPREGADITA»» Olá amiga. A internet fez cruzar os nossos caminhos virtuais e levou-nos ao encontro real. Há vários anos que a internet nos liga diariamente via "emilios adegueiros" e a encontros reais inesqueciveis. Claro que este texto não se aplica ao nosso grpo de amigos virtuais/reais.grilinha
</a>
(mailto:grilinha@gmail.com)
Anónimo a 14 de Novembro de 2005 às 13:01

««LARA»» Obrigada pela visistagrilinha
</a>
(mailto:grilinha@gmail.com)
Anónimo a 14 de Novembro de 2005 às 12:58

««MARY90»» Olá Mary. O que dizes é de facto realidade consequ~encia do virtual. Tb acho que muitas situações acontecem porque do outro lado as pessoas encontram retorno nas suas manifestações de car~encia ou de afecto. Nada acontece só de um lado mas sim porque dos dois lados foi dada essa oportunidade. É claro que a internet aproxima e acelera estas situações mas é um dos males que temos saber ultrapassar pois a internet tem mais de positivo do que negativo para a humanidade.grilinha
</a>
(mailto:grilinha@gmail.com)
Anónimo a 14 de Novembro de 2005 às 12:56

««BITU»» Obrigada pela visista sempre presente.grilinha
</a>
(mailto:grilinha@gmail.com)
Anónimo a 14 de Novembro de 2005 às 12:44


Fernanda Grilo
(Grilinha)
16/12/1957
Lisboa-Portugal
As Visitas
desde Nov/2003

Novembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
19

20
22
23
25
26

27
28
30


comentários recentes
Boa tarde! Posso solicitar o contacto este médico?...
Pois, teve sorte, eu perdi meio dia de trabalho e ...
tenho contacto varias associações e nem sequer dão...
Estava a tentar ensinar a "lengalenga" à filhota, ...
Também existe a almofada cervical térmica para o a...
que cada um dos teus desejos se cumpra. Deu-me sau...
ObrigadaO comentário anterior seguiu com o meu end...
Obrigada "Cantinho da casa"Feliz Ano Novo
Oh! Cheguei tarde.Mas não deixo de lhe desejar mui...
Feliz Ano 2018, Grilinha.Quando espreito este blog...
Posts mais comentados
180 comentários
116 comentários
91 comentários
84 comentários
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar