O meu outro Blog - de Culinária
"A Cozinha da Grilinha"


06
Dez 07

De há uns anos a esta parte que o mês do Natal (Dezembro), pouco ou nada me diz.


De ano para ano De(svanece) a correria nas compras de Natal.

De ano para ano De(saparece) o gosto pelos enfeites de Natal.

De ano para ano De(sagrada) a hipocrisia das reuniões de família.

De ano para ano De(sgostos) sucessivos pela perda dos entes queridos.

De ano para ano De(finha) a saúde.

De ano para ano De(salentos) se amontoam.

De ano para ano De(sejo) um futuro melhor.

De ano para ano De(sisto) de sonhar.

De ano para ano De(grada-se) o Mundo.

De ano para ano De(safios) maiores são lançados.

De ano para ano De(scobertas) novas surgem.

De ano para ano De(sigualdade) crescente aumenta.

De ano para ano De(termino) projectos.

De ano para ano De(testo) o mês de Dezembro.

De ano para ano De(svaloriza-se) o significado de FAMILIA.

De ano para ano De(zembro) é o fim de um ano.


Este ano não quero, nem vou, comprar enfeites de Natal.

Este ano não quero, nem vou, fazer árvore de Natal.

Este ano não quero, nem vou, comprar prendas.

Este ano não quero, nem vou, conviver hipocritamente.

Este ano não quero, nem vou, festejar o meu cinquentenário.

Este ano não quero, nem vou, ficar triste na passagem de ano.

Este ano não quero, nem vou, pensar no que foi 2007.

Este ano não quero, nem vou, fazer planos para 2008.


Que chegue o novo ano sem festas nem folias.

Que chegue o novo ano com alguma saúde.

Que chegue o novo ano ........

* * Grilinha * * às 23:37
estou: mais para lá, do que para cá

Entendo-te perfeitamente e faço meus os teus de(sânimos) porque afinal o Natal serve para nos lembrarmos mais que a família já não é o que era, se bem que enquanto temos filhos menores junto de nós e uma nova luz no horizonte há uma esperança de que o Natal ainda não desmorone completamente. Mas isto é quando se fala no "Natal" das compras porque do Natal do Menino Jesus e do que Ele representa nada mudou, muda ou mudará.
Vou experimentar olhar bem para o Menino no Presépio (quando o fizer porque ainda não chegou o dia aqui em casa) e pensar na bondade que Ele nos transmite com os braços pequeninos abertos em sinal de aceitação e carinho. Só isso nos basta não é mesmo?
Beijinhos e até lá vivamos este Natal como se fosse o último porque nunca se sabe quantos Natais faltam neste mundo cada vez mais atulhado de "se"s e desgraças. Inspiraste-me a reflectir e fez-me bem esta pausa. Obrigada
Rosa Silva ("Azoriana") a 7 de Dezembro de 2007 às 00:52

Olá Azoriana

Apesar do meu desânimo todo, continuo a acreditar n'ELE e a ter Fé.

O ano que agora termina foi dificil e não o quero deixar artir sem agradecer a DEUS ter-me mantdo junto da minha familia e amigos.

A noite de Natal será mais calma que o habitual mas com muito carinho e amor por ter a familia comigo.

Um beijinho
* * Grilinha * * a 8 de Dezembro de 2007 às 12:59

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Fernanda Grilo
(Grilinha)
16/12/1957
Lisboa-Portugal
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
15

17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
29

31


comentários recentes
Olá! Vamos ter cuidado! Santo António não apareceu...
Boa tarde amigo, então ainda tem o sofá ou não, an...
Vim aqui parar ao seu blog por puro acaso. Será? N...
9 3sp8r8t9. e etern9 e o tempo infinito e a alma i...
É tão bom comemorar o aniversario, ainda mais ao l...
Tomei esse comprimidinho tramadol depois de uma ci...
Boa tarde! Posso solicitar o contacto este médico?...
Pois, teve sorte, eu perdi meio dia de trabalho e ...
tenho contacto varias associações e nem sequer dão...
Posts mais comentados
180 comentários
116 comentários
91 comentários
84 comentários
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
subscrever feeds