O meu outro Blog - de Culinária
"A Cozinha da Grilinha"


15
Dez 06
No primeiro dia de aulas o professor apresentou-se e desafiou-nos a que nos apresentássemos a alguém que não conhecêssemos ainda. Eu fiquei em pé para olhar ao redor quando uma mão suave me tocou no ombro. Olhei para trás e vi uma pequena senhora, velhinha e enrugada, sorrindo radiante para mim, com um sorriso que iluminava todo o seu ser.
Ela disse:  
- Olá menina, chamo-me Rosa.
Eu tenho oitenta e sete anos de idade. Posso dar-te um abraço?
Eu ri, e respondi entusiasticamente:
- É claro que pode! 
- Por que razão está na faculdade em tão tenra e inocente idade? - Perguntei.
Ela respondeu brincalhona:
- Estou aqui para encontrar um marido rico, casar, ter um casal de filhos, e então me aposentar e viajar.
 
 
 
- Está a brincar – disse eu.
Eu estava curiosa para saber o que a havia motivado a entrar neste desafio com a sua idade, e ela disse:
- Eu sempre sonhei em ter um curso universitário, e agora tenho a possibilidade de ter um!
No final da aula, caminhámos para a cantina dos estudantes, e bebemos um café. Ficámos amigas.
Todos os dias nos juntávamos nas aulas e falávamos sem parar.
 
 
Eu ficava sempre extasiada a ouvir aquela "máquina do tempo" compartilhar a sua experiência e sabedoria comigo.
No decurso de um ano, Rosa tornou-se um ícone na Universidade, e fazia amigos facilmente, onde quer que fosse.
Ela adorava vestir-se bem, e revelava-se na atenção que lhe davam os outros colegas de estudo.
Rosa estava a viver a vida!
No final do semestre convidámos a Rosa para falar no nosso jantar de final de aulas.
 
 
Jamais esquecerei o que ela nos ensinou. Foi apresentada e aproximou-se do pódio. Quando começou a ler o texto que tinha preparado, deixou cair três das cinco folhas no chão.
Frustrada e um pouco embaraçada pegou no microfone e disse simplesmente:
 
- Desculpem-me estou tão nervosa! Deixei de beber por causa da Quaresma, e este uísque está a matar-me! Não vou conseguir colocar os papéis em ordem de novo, então vou apenas falar-vos sobre aquilo que eu sei. 
 
 
Enquanto nos ríamos, Rosa bebeu um golo de água e começou:
 
 
- Nós não paramos de amar porque ficamos velhos; nós ficamos velhos porque paramos de amar. Existem somente quatro segredos para se continuar jovem, feliz e com sucesso.
1 – Rir e encontrar humor em cada dia.
2 - Ter um sonho. Quando se deixa de sonhar, morre-se. Há tantas pessoas por aí que estão mortas e nem desconfiam!
3 - Há uma enorme diferença entre ficar velho e crescer 
Quando se tem dezanove anos de idade e fica deitado na cama durante um ano inteiro, sem fazer nada de produtivo, você ficará com vinte anos. Se eu tenho oitenta e sete anos e ficar na cama por um ano e não fizer nada, eu ficarei com oitenta e oito anos. Qualquer um consegue ficar mais velho. Isso não exige talento nem habilidade. A ideia é crescer através de sempre encontrar oportunidade na novidade. Para isto não precisa de nenhum talento ou habilidade. A ideia é crescer sempre encontrando a oportunidade de mudar. Não tenha remorsos.
4 - Os velhos geralmente não se arrependem daquilo que fizeram, mas sim daquilo que deixaram de fazer. As únicas pessoas que têm medo da morte são aquelas que têm remorsos
 
 
Rosa concluiu o seu discurso cantando corajosamente "A Rosa".
Desafiou cada um de nós a estudar poesia e vivê-la na vida diária. No final do ano a Rosa terminou o último ano da faculdade que começou há 4 anos atrás.
Uma semana depois da formatura, Rosa morreu tranquilamente no seu sono.
Mais de dois mil alunos da faculdade foram ao seu funeral, em tributo à maravilhosa mulher que ensinou, através do seu exemplo, que nunca é tarde demais para ser tudo aquilo que você pode provavelmente ser.
 
 
 
"Ficar velho é obrigatório, crescer é opcional".
 
 

Se leu este texto com o coração estará mais sábio, mas se o leu com a mente, estará apenas mais velho.

(recebido por mail e adaptado)

* * Grilinha * * às 04:16
estou: mais sábia

... parar é... morrer, Grilinha!!!... Rnquanto há vida... há esperança!!!... Grande lição para... os mais novos!!!... Abraço do Sherpas!!!...
sherpas a 15 de Dezembro de 2006 às 07:23

Olá Sherpas.
Eu era a mais velha do meu grupo de estudo.
Hoje os jovens que naquela época estudavam comigo são adultos e pessoas com cargos importantes nas empresas onde trabalham.
Sempre que nos juntamos eles agradecem eu ter estado ali naquela época para lhes fazer perceber que a vida é uma lição.
* * Grilinha * * a 16 de Dezembro de 2006 às 01:26

Já tinha recebido e lido este mail há anos e tal como antes, sairam-se-me algumas lagrimas ao ler isto. Acho que o coraçao fala sempre mais alto quando se está a ouvir e ler o coraçao de outra pessoa. Um beijo :******
Tania a 15 de Dezembro de 2006 às 09:27

Este texto tb mexeu comigo e por achei por bem colocá-lo aqui para que outros sintam o mesmo que nós.
Um beijinho.
* * Grilinha * * a 16 de Dezembro de 2006 às 01:27

Que ternura, já estava a ficar com saudades da Rosa sem a conhecer... :)

PS. E a pensa, lá se meteu a Grila noutra aventura! ;)


Feliz Natal :)*
ahlka a 15 de Dezembro de 2006 às 12:07

eheheh tens razão Cataplana.
Bem poderia ter acontecido comigo.
Fui uma "rosa" para um grupo de jovens que hoje me agradecem o apoio que lhes dei naqueles bancos de escola.
* * Grilinha * * a 16 de Dezembro de 2006 às 01:28

Li com o coraçao e com a alma!
Hoje estou muito choramingas e muito triste...passei a noite toda com dores. Estou zonza. Vou comer uma canja e volto para a cama, pois tenho um grande mal estar no corpo todo.

Adorei este teu post.
Muitos beijinhos
e um Xi-
Chicailheu
Chicailheu a 15 de Dezembro de 2006 às 13:16

Olá Chica.
Chorar faz bem ápele, limpa os olhos e alivia a alma.
* * Grilinha * * a 16 de Dezembro de 2006 às 01:29

Grilinha, Gostei do look do teu blogue.

Beijinhos

PARABÈNS!!!!!
Que tenhas um grande dia. :)
fátima a 15 de Dezembro de 2006 às 13:23

Obrigada Alanys.
Passa cá novamente que o bolo está na mesa.
Já tens o calendário actualizado
* * Grilinha * * a 16 de Dezembro de 2006 às 01:30

cometi a proesa de ler este texto com o coração e a mente ao mesmo tempo :-)
Como por milagre, sinto-me bem mais ágil e pronta a executar algo que ontem à noite deixei a meio em consequência duma gripe k não me larga!
Uma grande prova de coragem e persistência.

Um beijo e Bom fim de semana
pascoalita a 15 de Dezembro de 2006 às 16:48

Xiii ... tu que és uma mulher eléctrica ainda vieste aqui buscar mais agilidade!!!???
Fico feliz por ver os meus amigos do coração sentirem-se bem na minha casa.
beijinhos para ti Mizé
* * Grilinha * * a 16 de Dezembro de 2006 às 01:31

Sinto-me mais sábia e mais jovem...lol
Bom fds, amiga
Beijokitas
bitu a 15 de Dezembro de 2006 às 18:51

Obrigada Bitu.
Que bom que estes textos têm mexido com quem os lê e que gosta de me visitar.
beijinhos
* * Grilinha * * a 16 de Dezembro de 2006 às 01:34

Olá Fernanda,gostei tanto desta pagina de vida,pois só digo velhos são os trapos,e aqui mostra que a força de vontade para conheçer,e dar amizade as pessoas,são essas provas que a sociadade moderna precisa,para ter valores,pois os mesmos estão a passar de lado,e só vejo gente a atrofiar-se a passar por cima dos outros para conseguir ser feliz,e no teu texto mostra que afinal,nada disso será preciso..
Amiga gostei muito,pois a velhiçe é um posto e mal de nós não sabermos dar o valor.
beijo bom fim semana fica bem
Maria Elisa
Maria Elisa a 15 de Dezembro de 2006 às 19:40

Olá Maria Elisa.
Eu tb concordo com a frase "velhos são os trapos".
Velhice é sinónimo de sabedoria e apoio para os mais jovens.
* * Grilinha * * a 16 de Dezembro de 2006 às 01:33

Li com o coração e com a Alma!
Fiquei mais sábia.
Beijinhos doces no seu coração
Boa noite
Chicailheu
Chicailheu a 15 de Dezembro de 2006 às 19:42

É vingança das tuas visitas ao meu alpendre ?
Agora sou eu que estou de lágrima ao canto do olho :-)
Sabes... é que o meu sonho é vir a ser uma Rosa.

Beijo grande, Grilinha linda
Maria Alfacinha a 15 de Dezembro de 2006 às 22:33

ahhh ... ehhhh .. pois .... (grilinha encavacada)
A intenção não era ver-te a cantar "tenho uma lágrima no canto do olho, tenho uma lágrima no canto dolho ... trá lá lá lá lá ...." mas já que aconteceu .... aguenta-te que tb eu as soltei ao escrevê-lo.
beijinhos
* * Grilinha * * a 16 de Dezembro de 2006 às 01:36


Fernanda Grilo
(Grilinha)
16/12/1957
Lisboa-Portugal
As Visitas
desde Nov/2003

Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12

17
18
19
21
23

25
27
28

31


comentários recentes
Boa tarde! Posso solicitar o contacto este médico?...
Pois, teve sorte, eu perdi meio dia de trabalho e ...
tenho contacto varias associações e nem sequer dão...
Estava a tentar ensinar a "lengalenga" à filhota, ...
Também existe a almofada cervical térmica para o a...
que cada um dos teus desejos se cumpra. Deu-me sau...
ObrigadaO comentário anterior seguiu com o meu end...
Obrigada "Cantinho da casa"Feliz Ano Novo
Oh! Cheguei tarde.Mas não deixo de lhe desejar mui...
Feliz Ano 2018, Grilinha.Quando espreito este blog...
Posts mais comentados
180 comentários
116 comentários
91 comentários
84 comentários
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar