O meu outro Blog - de Culinária
"A Cozinha da Grilinha"


23
Fev 04

bloco.jpg


Eles não sabem que o sonho
é uma constante da vida
tão concreta e definida
como outra coisa qualquer,
como esta pedra cinzenta
em que me sento e descanso,
como este ribeiro manso,
em serenos sobressaltos
como estes pinheiros altos
que em verde e ouro se agitam
como estas aves que gritam
em bebedeiras de azul.

Eles não sabem que o sonho
é vinho, é espuma. é fermento,
bichinho alacre e sedento.
de focinho pontiagudo,
que fossa através de tudo
num perpétuo movimento.

Eles não sabem que o sonho
é tela, é cor, é pincel,
base, fuste, capitel.
arco em ogiva, vitral,
pináculo de catedral,
contraponto, sinfonia,
máscara grega, magia,
que é retorta de alquimista,
mapa do mundo distante,
rosa dos ventos, Infante,
caravela quinhentista,
que é Cabo da Boa Esperança,
ouro, canela, marfim,
florete de espadachim,
bastidor, passo de dança.,
Colombina e Arlequim,
passarola voadora,
para-raios, locomotiva,
barco de proa festiva,
alto-forno, geradora,
cisão do átomo, radar,
ultra som televisão
desembarque em foguetão
na superfície lunar.

Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida.
Que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre a mãos de uma criança.


(António Gedeão)

grilinha às 17:37

Olá Grilinha.... voltei, ou melhor, eu bem tento voltar, mas as coisas não têm sido fáceis, como tu mesma já entendeste... Adoro este poema...
KissA Idade da Loba
</a>
(mailto:a.idade.da.loba@sapo.pt)
Anónimo a 25 de Fevereiro de 2004 às 22:19

Este é um dos meus poemas preferidos!Didas Herself
(http://farinhamparo.blogspot.com)
(mailto:fazfarinha@mail.pt)
Anónimo a 25 de Fevereiro de 2004 às 15:43

Grilinha visita-me em http://abc100.blogs.sapo.pt , ou em http://doc11.blogs.sapo.pt ou então em http://ae121.blogs.sapo.pt beijinhosLota
(http://manuel1541)
(mailto:manuel1541@sapo.pt)
Anónimo a 25 de Fevereiro de 2004 às 14:43

Griilinha: lindo e intemporal. E lá fico eu, de novo, a trautear a música :) Anjo Do Sol
(http://mywords.blogs.sapo.pt)
(mailto:anjodosol@sapo.pt)
Anónimo a 24 de Fevereiro de 2004 às 22:43

É um poema simplesmente belo e que merece todo o destaque.Não há palavras para o descrever, porque ele desecreve-se a ele próprio! Por isso basta saborear as palavras! Muitos parabéns por este feliz post Grila!BjNeptuni02
(http://neptuni02.blogs.sapo.pt)
(mailto:neptuni02@sapo.pt)
Anónimo a 24 de Fevereiro de 2004 às 22:34

La la la la la!AComadre
(http://www.ascomadres.blogspot.com)
(mailto:comadre_batalha@hotmail.com)
Anónimo a 23 de Fevereiro de 2004 às 22:55

Há coincidências espantosas. Acabei de comentar um poema num outro blog, onde inseri uma pequena parte desse poema de Gedeão. Agora, chego aqui e encontro-o. Sempre foi um poema que me encantou. BjAnjo Do Sol
(http://mywords.blogs.sapo.pt)
(mailto:anjodosol@sapo.pt)
Anónimo a 23 de Fevereiro de 2004 às 20:38


Fernanda Grilo
(Grilinha)
16/12/1957
Lisboa-Portugal
As Visitas
desde Nov/2003

Fevereiro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

16
17
18
19
20

22
24
25
27
28

29


comentários recentes
Boa tarde! Posso solicitar o contacto este médico?...
Pois, teve sorte, eu perdi meio dia de trabalho e ...
tenho contacto varias associações e nem sequer dão...
Estava a tentar ensinar a "lengalenga" à filhota, ...
Também existe a almofada cervical térmica para o a...
que cada um dos teus desejos se cumpra. Deu-me sau...
ObrigadaO comentário anterior seguiu com o meu end...
Obrigada "Cantinho da casa"Feliz Ano Novo
Oh! Cheguei tarde.Mas não deixo de lhe desejar mui...
Feliz Ano 2018, Grilinha.Quando espreito este blog...
Posts mais comentados
180 comentários
116 comentários
91 comentários
84 comentários
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar