O meu outro Blog - de Culinária
"A Cozinha da Grilinha"


06
Mai 04

A concepção da mulher perfeita hoje em dia é aquela extremamente fina capaz de passar entre dois carros bem apertados num estacionamento automóvel.
Tal concepção é bastante recente (quero dizer .... umas quatro décadas .... desde o aparecimento da Barbie) levando a concluir que nem sempre foi assim.

 

Comecemos na pré-história.
Naquela época não eram veneradas as mulheres “pele-e-osso” mas sim as grávidas. Elas mesmas!! Aquelas, gordas de seios do tamanho de melancias, glúteos colossais, barrigas que cobriam a visão dos pés, pernas grossas: enfim, eram as verdadeiras “redondinhas”. Isso que hoje seria uma absurdidade já foi fruto de veneração.

 

Andando mais à frente no tempo, tornam-se arquétipos de beleza as, como poderia dizer, hum... rechonchudinhas. Podemos observar que em qualquer pintura Renascentista não se encontra nenhuma pele-e-osso, só aquelas mulheres fofinhas por natureza.

 

Isso enquadra-se perfeitamente a si que se deu ao trabalho de ler este texto. Caro leitor, o único consolo que desta secção podemos tirar é que o seu corpo está nas proporções certas, o problema foi que você escolheu a época errada para nascer !!!

 

Muito se fala hoje em dia sobre a "beleza feminina/masculina".
Li um pensamento que achei sensacional:
"Ser belo, é ser belo por inteiro, no continente e no conteúdo, no exterior e no interior. Ser sábio, é saber valorizar o todo."

 

Quantas mulheres/homens conhecemos que têm uma beleza física esplendorosa, mas no interior são vazios !!
Elas/es passam, e não deixam marcas. Mas aquelas/es que deixam marcas profundas e perenes em todos nós, são as mulheres/homens cujo interior é digno de nota.

 

grilinha às 20:55
* * * Grilinha * * * em 30/09/2007 às 16:09
tags:

Mas no que diz respeitos aos XXL's, há que ver a coisa pela positiva. Um tipo magriço, espadaúdo, etc, veste uma t-shirt e... que é que lá põe ? Um "I love you", ou um "I´m in Love", ou outra baboseira monossilábica do género... Eu não. Visto uma XXL com a Ode ao Amor, do Camões, in-tei-ri-nha !... Não é possível rivalizar com isso, ponto final.
Reboot
</a>
(mailto:bbear1@sapo.pt)
Anónimo a 7 de Maio de 2004 às 14:13

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Fernanda Grilo
(Grilinha)
16/12/1957
Lisboa-Portugal
Maio 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
14

16
17
18
20
21
22

25
27
29

30
31


comentários recentes
Olá! Vamos ter cuidado! Santo António não apareceu...
Boa tarde amigo, então ainda tem o sofá ou não, an...
Vim aqui parar ao seu blog por puro acaso. Será? N...
9 3sp8r8t9. e etern9 e o tempo infinito e a alma i...
É tão bom comemorar o aniversario, ainda mais ao l...
Tomei esse comprimidinho tramadol depois de uma ci...
Boa tarde! Posso solicitar o contacto este médico?...
Pois, teve sorte, eu perdi meio dia de trabalho e ...
tenho contacto varias associações e nem sequer dão...
Posts mais comentados
180 comentários
116 comentários
91 comentários
84 comentários
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
subscrever feeds