Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

* * * Grilinha * * *

Aqui escrevo de tudo um pouco, principalmente, de tudo o que me vai na alma.

* * * Grilinha * * *

Aqui escrevo de tudo um pouco, principalmente, de tudo o que me vai na alma.

O meu outro Blog - de Culinária
"A Cozinha da Grilinha"


.: ............. :.

Muitas vezes a vida insiste em puxar-nos o tapete debaixo dos pés, em testar-nos. Cabe-nos a nós lutar para mudar a nossa sorte. Podemos tropeçar numa pedra do caminho e ficar prostrados, maldizendo a nossa sorte, afogando-nos em auto-comiseração, ou encará-lo como um acidente de percurso, como tantos outros, levantar-nos e seguir em frente só que com mais cuidado para que não voltemos a soçobrar... Vou estar afastada por uns dias até recuperar a energia e a saúde suficiente para voltar aqui. (desta vez é o esqueleto que acusa cansaço e dor)

.: Blogs Sapo de cara lavada :.

Já não era sem tempo que a Sapo.pt prestasse um melhor serviço aos seus utentes. Felizmente desapareceram da página inical as (falsas, absurdas e indecentes) listagens dos mais visitados. Sempre tive esperança que um dia percebessem a razão de ser das minhas reclamações (no blog, via mail e telefónica) associadas ás de muitos bloguistas. Pena é que, muitos bloguistas, tenham abandonado os blogs do Sapo para se instalar noutros servidores devido aos dias e dias ... meses e meses de mau serviço prestado pela Sapo.pt Uma vez mais cumprimos o ditado "Mais Vale Tarde Que Nunca" Esperemos que os ajustes não durem eternidades!!!! e que o exemplo anterior lhes sirva de lição!! será!! Vale a pena enviar um mail porque eu já enviei e recebi resposta. mesmo sendo automática, pelo menos percebe-se que algo está a mudar click aqui e envie um mail ao Sapo para comentar as alterações efectuadas no serviço dos blogs

.: ... 99998 ... 99999 ... 100.000 Visitas !! :.

Obrigada a todos e parabéns ao meu blog!!!
..... .....
.........

Pois é, está a fazer um ano - e sem ter noção de quando comecei ao certo a contar os visitantes - cheguei às CEM MIL visitas ou melhor, chegámos, pois sem o vosso click não era possivel chegar a este bonito nº e á bela amizade blogueira que tão rapidamente se propagou pelo Mundo fora!!

Muito obrigada pelo carinho e pela vossa presença.
Grilinha

.: Mundo Virtual .... Mundo Real :.

Entrei apressada e com muita fome no restaurante.
Escolhi uma mesa bem afastada do movimento, pois queria aproveitar os poucos minutos que dispunha naquele dia atribulado, para comer e ler alguns e-mails, visitar uns sites para programar as férias de Inverno.
Pedi um bife do lombo grelhado com pouca manteiga uma salada e um sumo de laranja, afinal de contas, fome é fome, mas regime é regime né? Abri o meu lap-top e apanhei um susto com aquela voz baixinha atrás de mim.

 

* Tia, dá uma moeda?
* Não tenho, menino.
* Só uma moedinha para comprar um pão.
* Está bem, compro-te um pão.
Para variar, a minha caixa de entrada está lotada de e-mails. Distraio-me a ver as poesias, as formatações lindas, dando risadas com as piadas malucas. Ah! Aquela música leva-me a locais distantes e a boas lembranças de tempos ídos.
* Tia pede para colocar manteiga e queijo também.
Percebo que o menino tinha ficado ali.
* Ok Vou pedir, mas depois deixa-me trabalhar, estou muito ocupada, tá?

 

Chega a minha refeição e junto com ela o meu constrangimento. Faço o pedido do menino, e o garçon pergunta se quero que mande o garoto ir "a luta".
Meus resquícios de consciência, impedem-me de dizer. Digo que está tudo bem. Deixe-o ficar. Que traga não o pão, mas uma refeição decente para ele.

 

Então ele sentou-se à minha frente e perguntou-me:
* Tia o que é que está a fazer?
* Estou a ler uns e-mails.
* O que são e-mails?
* São mensagens electrónicas mandadas por pessoas via internet (sabia que ele não ia entender nada, mas, a título de livrar-me de maiores questionamentos disse)
* É como se fosse uma carta, só que vem pela internet.
* Tia, você tem Internet?
* Tenho sim é essencial ao mundo de hoje.
* O que é Internet?
* É um local no computador, onde podemos ver e ouvir muitas coisas, notícias, músicas, conhecer pessoas, ler, escrever, sonhar, trabalhar, aprender. Tem de tudo no mundo virtual.
* E o que é virtual?


Resolvo dar uma explicação simplificada, novamente na certeza que ele pouco vai entender e me vai libertar para comer a minha refeição, sem culpas.
* Virtual é um local que imaginamos, algo que não podemos pegar, tocar.
É lá que criamos um monte de coisas que gostaríamos de fazer. Criamos as nossas fantasias, transformamos o mundo em quase como queríamos que ele fosse.

 

* Que Bom isso. Adoro!
* Menino, entendeste o que é virtual?
* Sim, também vivo neste mundo virtual!!
* Tens computador?
* Não, mas o meu mundo também é assim ....Virtual.


A minha mãe trabalha, fica o dia todo fora, só chega muito tarde, quase não a vejo, eu fico a cuidar do meu irmão pequeno que chora de fome e eu dou-lhe água para ele pensar que é sopa, a minha irmã mais velha sai todos os dias, diz que vai vender o corpo, mas não entendo pois ela volta sempre com o corpo, o meu pai está na cadeia há muito tempo, mas imagino a nossa família toda junta em casa, muita comida, muitos brinquedos, dia de natal e eu a ir á escola para um dia ser médico. Isso é virtual não é tia???

 

Fechei o meu lap-top, não antes que as lágrimas caíssem sobre o teclado.
Esperei que o menino terminasse de literalmente "devorar" o prato dele, paguei a conta e o troco dei-o para o garoto, que me retribuiu com um dos mais belos e sinceros sorrisos que já recebi na vida e com um "Brigado tia você é fixe!!".

 

Ali, naquele instante, tive a maior prova do virtualismo insensato que vivemos todos os dias, enquanto a realidade cruel nos rodeia de verdade e fazemos de conta que não percebemos!!!

.: Mãe .... 1 ano de saudade :.

Mãe. Faz hoje 1 ano que nos deixou cheios de saudade e vazios de amor de Mãe e Avó.
A dor dentro do peito e a saudade é imensurável.
Mãe.
Sinto tanta falta de não poder ver os seus olhinhos verdes brilharem ao ver a família reunida e feliz. Porque se existiu alguém amiga da família, esse alguém foi você.
Era impressionante como não conseguíamos ficar muito tempo chateadas uma com a outra. Arranjávamos logo uma desculpa para nos falarmos ou nos sentirmos. Todos os dias tenho algo que me faz lembrar infinitas vezes de si.
Mãe. Você partiu deixando para trás os netos que criou e amou como mãe. Perdeu o prazer de acompanhar os seus passos, de participar diariamente nas suas conversas sobre o emprego da Ana Rosa e os estudos do Tó.
Mãe. Obrigada pelo amor que me dedicou, pelo carinho que sempre teve por mim e pelos meus filhos porque se não fosse você, eu nunca seria o que sou hoje. Obrigada por todos os momentos que passamos juntas. Obrigada pelo amor e carinho que me dedicou ao acompanhar a minha doença que tanto a fez sofrer tb a si.
O que me consola neste momento é saber que o seu sofrimento (doença de Parkinson) acabou rápido e que um dia (quem sabe) nos voltemos a encontrar.
Um beijinho da sua filha
Nanda
Mãe é tudo igual! ( Silvia Schimidt )
Mãe é coisa complicada pra qualquer um compreender. Tem que ter mente ligada quem a quiser entender.
Por entre a raiva e o amor, essa mulher se garante: paciência de pescador e memória de elefante.
É bicho mal humorado, que dali a pouco está rindo. Fala do corpo cansado, mas quase nunca dormindo.
E quando o filho adoece? Pra ela tudo é terror: logo da briga se esquece, e põe-se a falar de amor.
Quando vê o filho curado, já perde todo o receio, e mete a mão no coitado, que vive de sako cheio.
E assim, pela eternidade, Sendo ela boa ou “malvada”, Permanece esta verdade:
QUEM NÃO TEM MÃE NÃO TEM NADA!

.: Carta da terra II :.

 

... texto original da forista Graça Maciel
Minha querida prima Eufrásia,

Cá estou ainda com a minha dor nas cruzes e de mal a pior pois o mau tempo caiu-nos em cima sem aviso e os ossos é que mastigam o castigo, fora isso que é fruta do tempo, vamos indo com a graça do Senhor.
Ai filha, mas o país é que está num virote e ninguém sabe como é que isto vai voltar ao lugar. Imagina tu que anda tudo do avesso por causa do professor Marcelo, um homem muito bem falante e bem apessoado que falava de política para a TVI. Pois o Marcelo falava aos Domingos na TV e o país parava para o ouvir. Era assim como um Contra-informação mas só com um boneco. Deves lembrar-te do contra-informação de quando cá estiveste nas férias, um pograma com bonecos que nos faziam rir e na altura os que mais apareciam era o scolari e a selessão, lembras-te? Pois o pograma do Marcelo cascava neles todos, os políticos e fazia com cada razia que dava dó. Eu ainda não percebi lá muito bem o que é que se passa, mas parece que o homem se lembrou de dizer que o governo do senhor Santana andava com o Guterres ao colo. Vê lá tu o disparate, nem parece do senhor professor.
Bom, o governo não gostou e o caldo entornou-se e o senhor professor acabou por bater com a porta e saiu da tal televisão. Ai filha, o sururu quisto tem dado nem imaginas. Andam todos ao monte a ver se descobrem o que está por detrás disto. Eu cada vez percebo menos porque um diz uma coisa, outro diz outra e nunca mais chegamos a lado nenhum e o que eu quero saber é se o senhor Santana andava mesmo com Guterres ao colo, mas nem quero crer em dois marmanjões daquele tamanho nessas figuras, valha-nos nossa Senhora com tal ideia.
Mas se fosse só este problema ainda a coisa se segurava, o pior é que o nosso Barroso também está com problemas. Então não é que o homem ainda não tomou posse lá na CEE porque há quem não queira a equipa que o nosso Barroso ajuntou para governar os países da união, ou lá o que fazem. Ele é piada aqui, cara feia ali, enfim a coisa está esquisita. Cá para mim o Barroso está a falhar numa coisa, se o problema é a equipa ele devia era falar com o Dr. Pinto da Costa, não há homem como aquele para fazer uma equipa ganhadora.
Já as notícias que nos chegam daí também não me deixam descansada, parece que o Buche está empatado com o tal que tem nome de mulher. O teu primo Manel diz para eu não me preocupar porque a guerra com o terrorismo não vai acabar porque o Buche faz aquelas contagens de votos que fez da outra vez e continua no governo. A ver vamos como dizia o cego.
Querida prima a carta já vai longa e ainda tenho muito que amanhar aqui na casa. Despeço-me com um beijo munto grande para ti e um abraço de saudades a meus tios.
Da prima que munto te estima
Gertrudes da Encarnação
A "carta da Terra I" pode ser consultada
««« ... aqui ... »»»