O meu outro Blog - de Culinária
"A Cozinha da Grilinha"


30
Set 04
Vou ali já venho ......

Bom Fim de Semana ... Bom Feriado
grilinha às 00:00

26
Set 04

 

O Fim de Semana começou no Sábado bem cedo, com um passeio familiar até Pombal para assistir e participar (filho) numa corrida de Karts e num almoço convívio seguido de um passeio pela região. (fotos? ... ahhh fotos !!! .... não há!!! .... a máquina ficou em casa).

 

Regressados a Lisboa (já noitinha) havia que descansar, pois no dia seguinte o passeio era a pé por Lisboa, onde decorreu este fim de semana, visitas guiadas ás ruínas romanas na Rua da Prata/Rua da Conceição..

 

Domingo cedo preparar o almoço para a família e em seguida rumar até á Baixa de Lisboa. Chegada á R: da Prata por volta das 13.30 H já a fila dava a volta na R: da Conceição e seguia até ao 1º quarteirão da R: dos Correeiros (previsão de entrada 2 horas+/-).

 

Havia que aguardar pela chegada do grupo de bloguistas que vinha de uma outra visita guiada á Assembleia da República. A Formiguinha com a Pinguim mais a Siri e uma Brasileira, amiga da Formiguinha (divertídissima que nos fez passar as 2 horas na fila num piscar de olhos).

Rua da Conceição/Eléctrico 28

Entrada para as ruínas

 

Foi na sequência do terramoto de 1755, durante o período de reconstrução da cidade, que surgiram pela primeira vez noticias da descoberta de um vasto conjunto de Galerias Romanas.



 

A incipiente noção de património levaria a que apenas uma lápide encontrada no local fosse salvaguardada. A estrutura viria a servir de alicerce aos edifícios pombalinos. A arquitectura e as técnicas de construção destas Galerias sugerem ser um monumento da época do Imperador Augusto (finais do séc. I a.c.-inicio do séc. I d.C.), contemporâneo de outros edifícios da cidade romana de Olisipo. Desde a sua descoberta as Galerias foram alvo de diversas interpretações quanto á sua função original. Se, numa primeira fase, os estudiosos pensavam tratar-se de um conjunto termal, as teses mais recentes são unânimes em identificá-las como sendo um criptopórtico.

 

Os criptopórticos constituíram uma solução arquitectónica adoptada com alguma frequência pelos romanos, especialmente em terrenos de topografia irregular, permitindo, deste modo, a criação de uma plataforma artificial que servia de apoio á construção de grandes edifícios, normalmente públicos.

 

Desconhecemos ainda, qual a construção que estaria sobreposta a este criptopórtico, mas hipóteses recentes indicam poder tratar-se de uma estrutura ligada à zona portuária.

 

Actualmente só é possível o acesso a apenas 1/4 da totalidade do monumento. A área visitável é constituída por uma rede de galerias ortogonais de diferentes alturas. Destacam-se os arcos em pedra com aparelho almofadado, típico da época imperial romana. Nas abóbadas podem-se tb observar várias aberturas circulares: serviram como bocas de poço pois, a partir de data que se desconhece, a água invadiu o recinto e este passou a ser utilizado como cisterna, até ao séc. XIX.

 

De regresso á superfície, subimos a Rua Augusta até ao Rossio (eram 16.25 H conforme a foto demonstra)

 

Terminou por aqui o passeio ficando a promessa de que outros se seguirão

 

PS: Mais reportagens e fotos (brevemente) nos blogs Formiguinha , Pinguim e Siri
grilinha às 23:56
* * * Grilinha * * * em 30/09/2007 às 16:40

24
Set 04
Dado que o Sapo se mantem firme e hirto na greve á navegação internauta e porque o carteiro me deixou um aviso para levantar uma encomenda tenho aproveitado para dar uns passeios pelas redondezas de antenas no ar e flash na mão

 

O passeio começou pela central dos CTT [grilinha_sentada_a_fazer_sala_nos_correios]

 

.... com a encomenda na bagageira do carro decidi dar um passeio a pé pelo silencioso vale do silêncio

 






Depois de uma bela caminhada ao som das cigarras (a anunciar o calor que aí vinha) encontrei esta reliquia na zona dos Olivais mesmo ao lado da Quinta Pedagógica

 


 

Pensei ir até á Quinta Pedagógica mas está fechada para obras .... será que levaram a bicharada para a Quinta das Celebridades ??!!!

 


O passeio foi agradável e refrescante (salpico aqui - salpico ali - da rega da relva) ..... tudo por culpa do carteiro que me fez madrugar nos CTT e do sapo que não me deixa andar na net

grilinha às 20:46
* * * Grilinha * * * em 30/09/2007 às 16:39

09
Set 04
As minhas férias foram em Vilamoura. Todos os anos as minhas férias são lá. O apartamento é grande, a piscina azul de água limpa e os jardins envolventes com muito verde e flores de muitas cores. O chilrear dos passarinhos e o som da água da rega são os únicos, "quebra silêncio", ao amanhecer e ao entardecer.

O passar do tempo, sem relógio, sem telemóvel a tocar, silêncio, muito descanso no meio de uma tranquilidade imensa, viajando um pouco pelo pais, (re)visitando sítios para mais tarde relembrar... e que lembranças.

Estava mesmo a necessitar de descanso!


Pela manhã (bem cedo) depois do pequeno almoço, colocava-se a leitura em dia antes de dar um mergulho e umas braçadas na Piscina


A Piscina - O dia estava fresco e a água ainda não convidava ao banho


A Piscina - O sol quente e o banho apetecido (filha da Grilinha)


Da varanda para a Piscina


Flores do jardim da piscina


A sombra fresca junto á Piscina


Flores de cores fortes no jardim


Vista da varanda Sul (daqui ouve-se o mar na praia da Falésia)


Enquanto o sol queima lá fora - dá-se uns pontos no Ponto-Cruz


Céu azul e ar puro


O jardim de sombra fresca


Flores de cores suaves no jardim


Marina de Vilamoura (passeio sempre agradável e refrescante saboreando um delicioso gelado na Geladaria Veneza para em seguida visitar a já famosa anual - Feira do Livro nos jardins do MarinaHotel que se vê ao fundo)


Pelas estradas do Alentejo a caminho de Elvas (12/08/204)


Bodas de Prata - 12/08/1979 - 12/08/2004 (novas alianças - surpresa oferecida pelos filhos)


Badajoz - El Corte Inglês


O regresso a Lisboa

grilinha às 20:43
* * * Grilinha * * * em 30/09/2007 às 16:36
estou: recuperada
tags:

01
Set 04

(recebido por mail do meu amigo Moscatel) ... autoria da forista Graça Maciel in Cartas da Terra
Minha querida prima Eufrásia,

Gertrudes da Encarnação

Da prima que munto te estima,

Minha querida prima, não te maço mais e fico-me por aqui esperando a tua estimada resposta. Um beijo munto grande para ti e meus tios e diz que mando um abraço do Manel a teus pais.

A filha do Ernesto da ti Marquinhas é que podia aproveitar coitada, enrabichou-se pelo Zezinho da Elvirita do mercado e embuchou. Logo agora que o rapaz estava de partida e foi ter com o pai a França a fazer pela vida, mas anda lá à volta desse tal barco a marinha de guerra e não há meio deles o deixarem passar.
Também, com a despesa da camineta até ao ancoradoro, sempre sai mais barato ir à Gustava da horta e essa a gente já a conhece.

Mas o português é munto mauzinho e sabes bem como sofre da dor de corno, então não é que o homem entrou ainda agorinha mesmo e anda toda a gente a dizer quele não fez nada ainda e já vai no terceiro virote de férias? Até se me passa uma coisinha má pela cabeça. Então o homem não tem direito a férias? É que não fazes ideia mulher, ele ainda não entrou ao traballho e já as televisões todas não o largam querem entrevistas para os jornais e revistas, e que bem quele fala sabes lá, o homem tem lá cabeça para governar depois disto tudo!
Ah e já me esquecia, deves tar a ouvir falar dum barco que veio cá para fazer desmanchos sem cobrança.
Parece que são uns fulanos holandeses. Anda tudo em polvorosa e não há manganão que não bote discurso por causa do tal barco.
Não sei se é só um problema com os desmanchos porque a gente fázios na mesma e não precisamos cá de barco pra nada, aliás eu não sei como é aquilo tenho a impressão que enjoava tanto, tanto, tanto, que deitava o bebé pela boca.

Isto por cá está um bocado morto porque o senhor doutor Barroso foi para o Parlamento Europeu.
Agora é assim como ao Sampaio, mas com mais catagoria porque é como que o presidente dos europeus todos. Pois no lugar dele deixou um rapaz muito bem apessoado, o Santana que já esteve na Figueira e que deixou aquelas praias munto bonitas e depois foi de Lisboa, mas aí ninguém deixou o homem trabalhar e ficou um buraco de todo o tamanho junto ao Marquês de Pombal, acabou-se o Parque Mayer mas eu não percebi porquê porque até os actores, tão bonitos nem imaginas, estiveram ao lado dele na televisão, também fechou a feira popular, vê lá tu a feira Popular, e ainda ouvi qualquer coisa acerca do Monsanto quele deixou sem as mulheres de má vida e fez muito bem benzó Deus qaquilo era uma pouca vergonha.

Querida prima tenho acompanhado as notícias pela tv e parece que o Buch não está a convencer que a coisa vai ao lugar aos poucochinhos.
Também não admira pois ninguém percebeu muito bem aquela dele dizer que não pode ganhar a guerra ao terrorismo.
O homem tem cá um destes sentidos de humor e volta não volta diz umas coisas qa gente não percebe se fala a sério se está a brincar. Ó mulher, até fiquei com arrepios na espinha quando ouvi aquilo.

Espero que tudo esteja bem aí pelos esteites nós por cá vamos indo com a graça de Deus nosso Senhor.
grilinha às 10:12
* * * Grilinha * * * em 30/09/2007 às 16:34


Fernanda Grilo
(Grilinha)
16/12/1957
Lisboa-Portugal
Setembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
25

27
28
29


comentários recentes
Também existe a almofada cervical térmica para o a...
que cada um dos teus desejos se cumpra. Deu-me sau...
ObrigadaO comentário anterior seguiu com o meu end...
Obrigada "Cantinho da casa"Feliz Ano Novo
Oh! Cheguei tarde.Mas não deixo de lhe desejar mui...
Feliz Ano 2018, Grilinha.Quando espreito este blog...
Olá.Quando vi no mail "Grilinha", voltei a sorrir....
Olá Maria AraújoObrigada por te teres lembrado de ...
Boa noite.Há minutos, enquanto jantava, lembrei-me...
Gostei muito de ler a tua opinião! Um beijinho
Posts mais comentados
180 comentários
116 comentários
91 comentários
84 comentários
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
subscrever feeds