Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

* * * Grilinha * * *

Aqui escrevo de tudo um pouco, principalmente, de tudo o que me vai na alma.

* * * Grilinha * * *

Aqui escrevo de tudo um pouco, principalmente, de tudo o que me vai na alma.

O meu outro Blog - de Culinária
"A Cozinha da Grilinha"


.: Não coma a vida com garfo e faca, lambuze-se :.

Muita gente guarda a vida para o futuro. Multitasking

Mesmo que a vida esteja na geladeira, Freezing Coldse você não a viver, ela se deteriorará.  É por isso que tantas pessoas se sentem emboloradas na meia-idade. The Thinker

Guardam a vida, não se entregam ao amor  Valentine ao trabalho Watching The Clock ....... não ousaram Bungy Jump não foram em frente Sunburn .....

Depois chega o momento em que se consciencializam: Crying Into Tissue

!!!! passei fome para guardar estas batatas e elas apodreceram!!!! Old Man

.: beleza masculina em ascenção :.

Não é de hoje que o perfil do homem está a mudar. Há algum tempo que o homem está a deixar de ser o "macho latino" (graças a Deus) para dar lugar ao homem mais sensível, compreensivo e acima de tudo, mais interessado nos assuntos femininos - não apenas nos aspectos físicos... Enquanto isso, nós mulheres ficamos a ganhar com esta nova postura masculina. Deixando de lado os velhos e ultrapassados conceitos, o homem actual está a descobrir que não há a competição entre os sexos.
- Existem as diferenças inerentes e necessárias para as devidas distinções, mas as semelhanças são muitas.

Há bem pouco tempo era muito difícil para o homem admitir a sua vaidade. Vaidade era um traço da mulher.  Um homem vaidoso não era visto com muito bons olhos  .....   A Sua condição masculina poderia estar na berlinda, ferindo a sua susceptibilidade... Portanto, emagrecer seria sempre apenas por questões de saúde e nada mais.

Foi-se o tempo desta afirmação hipócrita...E isto deve-se - e muito - às mulheres. Os homens estão a perceber que vaidade não tem nada a ver com o sexo, e sim com o bem-estar da alma. Evidente que ainda há muita resistência, mas eles estão a aperceber-se que estar com uma aparência melhor e em dia com o espelho e guarda-roupa   demonstra um grande respeito pela saúde tanto física quanto emocional.

Com isto todos ganham. A vitalidade aumenta, provocando uma certa euforia interna que será revertida em “bónus” altamente positivos no convívio familiar, social e, principalmente, no trabalho.

Estar de bem com o corpo e com a cabeça só traz coisas boas. Uma recente pesquisa revelou que os homens já são responsáveis por 40% da facturação  nas lojas dos Centros Comerciais e/ou Lojas de Marca .

Esta é uma grande e gratificante notícia. Eles entendem-nos melhor ...E agora, ainda mais...  A Flower For Her

.: um certo cansaço :.

boneca_com_sono.gif

Olá pessoal!!! Tenho-me sentido tão cansada... (não de trabalhar ... pois estou desempregada)... cansada de administrar a casa...cansada de pensar... cansada de tirar um extracto da minha conta e constatar que estou cada vez com menos dinheiro... cansada de recomeçar... cansada de tentar novamente... cansada de acordar pela manhã e constatar que nada mudou...  simplesmente estou cansada... existe algum crime em estar cansada???.... Será que nesta droga de vida não temos nem o direito de estar cansadas???... Tenho 1001 assuntos para tratar, todos os dias... e somente direito a estar infeliz....

Sei que sou uma mulher conservada para a minha idade...  Ninguém deveria chegar aos 40 sentindo-se com 25... E a grande maioria chega ao 40 com cabeça de 25...  ...Detesto os pés de galinha que surgem nos meus olhos... Detesto saber que apesar de todo o meu esforço a natureza é implacável e determina a faixa etária... Detesto não ter podido aproveitar a minha juventude como a mulher que queria... Detesto sentir os primeiros sinais do que é ser uma velha...

Ninguém merece a velhice!!! Não merece, quando ainda não se viveu o que necessitava... Não merece, quando as chances ainda não surgiram... Não merece, quando se vive numa sociedade em que a mulher necessita ser jovem para ser aceite... Ninguém merece!!! 

Sei que estou down!!!... Sei que estou chata!!!... Sei de tudo isso... Mas eu acho que tenho esse direito!!!! Pelo menos de pensar, escrever e falar, ninguém me pode deter!!!

.: Estar Disponível :.

Menina_a_escrever.gif

(Fácil? Dificil?)

Estar disponível é colocar-se espontaneamente a serviço de algo (ideal, trabalho) ou ao serviço de alguém. Não é um colocar-se ao serviço de maneira obrigatória ou servil, contrariando os próprios desejos. Isso seria apenas permitir que nos usassem e nos deixaria infelizes. Estamos disponíveis justamente quando nos colocamos ao serviço de algo ou de alguém segundo a nossa própria vontade, a nossa própria escolha. Isso traz muita felicidade. É justamente como eu me sinto quando estou com os meus amigos:

TOTALMENTE DISPONÍVEL. É essa a minha vontade.

Nunca medi os meus esforços pelo tamanho do meu salário. Ofereci (voluntariamente) o meu melhor. Pode ter sido pouco, mas era o máximo que eu podia fazer. Estar disponível, livremente, é um modo de estar feliz, completamente.

Concorda?

.: Etiqueta (coscuvilhice em locais públicos ...) :.

O cabeleireiro, é em muitas das vezes, a segunda casa das senhoras. Há a oportunidade de as mulheres poderem ser elas mesmas, ainda que com rolos e tintas no cabelo.  Esta cumplicidade faz com que, em muitos casos, as pessoas se esqueçam da educação que têm, noutros locais públicos.

 

O tema forte são as coscuvilhices, ainda que não fique bem, falar-se nem da sua vida particular, nem da dos outros. Até porque, pode estar presente, alguém que conte a sessão de coscuvilhices  ali passada.

O barulho ensurdecedor do secador faz falar em voz alta, mas este elevar do timbre é bastante indelicado e imprudente. Deve ainda ter em atenção que, não é educado nem correcto, falar do motivo porque se deslocou ao cabeleireiro. Imagine que, é porque vai a um jantar de gala ou a uma festa. As pessoas podem achá-la prepotente e snob, por mencionar o sítio onde vai, ainda por cima se for para ir a um sítio fino, e que exija traje a rigor.

Em locais públicos, num restaurante ou no cabeleireiro, numa fila de espera, ou onde quer que seja, saiba ser devidamente correcto e educado com os outros e, com a sua própria imagem exterior. A linguagem e o comportamento são essenciais, para que retenham de si uma boa imagem.

.: Blogueira assumida :.

grilinha_blog.gif

Foram quase 25 anos de relacionamento profissional. Aprendi tantas coisas. Presenciei vitórias significativas. Ri bastante. Tomei muito cafezinho de máquina (com a ajuda, inclusive, dos colegas que iam embora e deixavam as suas fichinhas com créditos para mim)  

Cheguei atrasada tantas vezes. Tive férias. Trabalhei fins de semana.

Enfim, uma montanha russa de primeira categoria. Até que, um dia, entrei numa de iniciar um blog. Tudo começou por brincadeira. Não me queria envolver. Mas, acabei totalmente viciada, mesmo porque, vamos e convenhamos, conexão ADSL é um convite para a vagabundagem no ambiente de trabalho.

Agora, a situação tornou-se insustentável. Fui indicada nos "25 mais visitados". E um monte de gente "bacana" tem-me visitado.

Não consigo parar de clicar no "refresh", para ver quem entrou no blog, o que disse, o que achou.

Em vez de me sentar para trabalhar, somente tenho ideias para posts. Não dá mais!!!!

Preciso deixar alguém para trás.

  Resolvi optar pela opção mais feliz.

Vou ser blogueira. Só blogueira. E que nossa senhora dos netmaníacos me ajude.

(recebido por email - adaptado)

.: Banho de Perfume

Acordar de manhã, tomar o seu duche, maquilhar-se e está toda janota para sair. Não se esqueceu de nada? Claro, o perfume. Mas eis que a mão descai ou o frasco se abre demais e pumba, fica-se mais cheirosa que uma rosa.

 

Mas isso não é problema, uma vez que cheirar bem sempre agradou a toda a gente. E vá de seguir para o trabalho. Se vai de carro, a única coisa pior que pode acontecer a quem passa por tão cheirosa flor é um passageiro ar perfumado que nos chega às narinas enquanto parados num qualquer sinal de trânsito.

O problema para os canais olfactivos coloca-se quando a dita flor perfumada segue em transporte mais público. Aí só há uma solução: procurar um lugar à janela, abri-la, mesmo sobre os olhares reprovadores de quem tem de apanhar com uns pingos de água. Mas isso ou a sufocação total.

Seguem depois para os empregos onde os coitados dos colegas têm de asfixiar sobre as nuvens de perfume exaladas, apertam a mão a amigos que têm mais tarde de se explicar aos respectivos conjugues sobre tão estranho odor e perturbam as faculdades mentais de quem fica inebriado pelos vapores odoríficos.

Mas os odores não se ficam por aqui. Há quem apenas use uma peça de roupa por ano, esquecendo-se que nos restantes 365 dias a guardou em naftalina, e faz todos os presentes sentirem uma pena profunda das traças que tiveram de viver naquele ambiente.

Como diz o ditado, nem tanto ao mar, nem tanto à terra.

.: Actividades Domésticas (cuidado com a postura)

               

   

Actividades Domésticas

Fazem parte da nossa rotina e não podemos evitá-las. Porém, podemos melhorar a maneira como as realizamos por forma a que a sua execução não prejudique a saúde. Será preciso que observe constantemente a sua rotina para avaliar todas as actividades e pensar em alternativas. Seguem algumas sugestões:

  • Abaixe o varal para estender roupa; (ou adquira um secador eléctrico)
  • Observe a altura da mesa e do seu punho quando passar roupa; (contrate uma empresa especializada)
  • Prefira espremer e não torcer a roupa; (as máquinas de lavar fazem centrifugação);
  • Na limpeza doméstica não mantenha os braços elevados e punhos em desvio;
  • Utilize escadote ao colocar objectos no alto de armários;
  • Ao esfregar ou varrer o chão evite cabos curtos e força exagerada;
  • Distribua os pesos dos sacos das compras;
  • Prefira carregar pesos próximos ao corpo;
  • Utilize as duas mãos ao carregar panelas;
  • Use apoio quando faz tricô, crochê e bordados;
  • Ao conduzir mantenha os ombros relaxados e controle de força no volante;
  • Ao pegar ao colo nas crianças mantenha os punhos rectos;
  • Evite posturas viciosas durante a manutenção e consertos domésticos.