O meu outro Blog - de Culinária
"A Cozinha da Grilinha"


15
Abr 05
Filhos criados trabalhos dobrados!! (já dizia a minha mãe)

Há um período em que os pais vão ficando órfãos dos seus próprios filhos. É que as crianças crescem independentes de nós, como árvores tagarelas e pássaros estabanados.


Crescem sem pedir licença à vida.

Crescem com uma estridência alegre e, às vezes, com alardeada arrogância. Mas não crescem todos os dias de igual maneira. Crescem de repente.


Cuidar dos filhos não é uma tarefa fácil, principalmente no que diz respeito á saúde.
Vou cuidar dos meus filhos.
Até breve.
grilinha às 21:32

nunca tinha visitado o teu blog, nem sequer me apercebi que não tinhas ido ao jantar do pandora's box por estares doente... que mal me sinto por isso! mas pronto, agora parece que estas melhor e como parece tb que muitos torcemos por ti, tudo vai correr bem :)

enquanto cuidas dos teus filhotes eu vou voltando por aqui e lendo os arquivos... beijinho e bom fim de semana!pandora
(http://pandora.blog.simplesnet.pt)
(mailto:pandora@simplesnet.pt)
Anónimo a 16 de Abril de 2005 às 18:03

Os filhos! Que tema!
Como pai sempre me senti injustiçado na relação com eles face à mãe.
É que as mães são refodidas, quando nos querem atingir verdadeiramente atiram os filhos contra nós, quer dentro do casamento, quer no divórcio!
É mesmo uma merda ser pai com as leis que temos!Artur
(http://docardalaoquintalao.blogs.sapo.pt/)
(mailto:arturotoscanini@sapo.pt)
Anónimo a 16 de Abril de 2005 às 15:37

...Nanda: eu sei... dá apertos e nós na garganta
...há palavras que encaixam na nossa cabeça como se fossem nossas
...há momentos em que pensamos no mesmo em que outras muitas pensam
...e forma-se uma energia colectiva
...que o Sol brilhe em ti e para ti
...que as lágrimas sequem
...que o sorriso de espraie
...um abraço e uma rosa
quimquim
(http://lobices.blogspot.com)
(mailto:lobices@hotmail.com)
Anónimo a 16 de Abril de 2005 às 15:25

Olá Grilinha...é isso....hoje os pais ainda inventam tempo para cuidar dos filhos!
Será que os filhos vão inventar tempo para cuidar dos pais?....

Um abraço!

daf
daf
</a>
(mailto:daflon@sapo.pt)
Anónimo a 16 de Abril de 2005 às 15:22

Bom fim de semana:) beijoswind
(http://wind9.blogspot.com)
(mailto:sagit_126@hotmail.com)
Anónimo a 16 de Abril de 2005 às 15:00

oi!!adorei o teu blog!os filhos "crescem sem pedir licença" é verdade, mas as nossas maes tb pensaram isso, n?n sei, inda sou mt nova para ter filhos...lol. bjsPipa
(http://www.naofazmalsonhar.blogspot.com)
(mailto:darkgirl_16_6@hotmail.com)
Anónimo a 16 de Abril de 2005 às 12:52

Oe Grilinha. Assim é, os filhos quando nascem tão bebézinhos, tão fofinhos e de repente como por arte mágica, são adultos. A minha Princesa está casada, casadinhA no seu cantinho do amor, a fazer a sua vidinha.É Feliz e eu também o sou porque o seu sorriso, também é meu! Mas basta ter uma gripinha para que o meu coração se sobressalte, filhos crescidos os cuidados ainda são maiores. Obrigado pelo tema, é engraçado k um dia destes vou dedicar um tema á minha filhota. Amiga espero k a tua saúde esteja em pleno.BOM FIM DE SEMANA PARA TI E TODA A GENTE QUE TE AME. BJNHS DO ZEZINHO zezinho
(http://www.quimera.blogs.sapo.pt)
(mailto:zezinhomota@sapo.pt)
Anónimo a 16 de Abril de 2005 às 11:10

Vou embora, vou partir…



Vou para longe, longe de tudo,



Vou em direcção ao infinito…



Procurar refúgio, aconchego



Onde a dor não existe,



Onde o amor não existe,



Onde tudo é nada,



Onde nada é o vazio…



O vazio dum final,



O fim de uma aventura,



A aventura que termina,



De uma vida que não é vida!







Vou mas não volto,



Ninguém regressou,



Tudo é incógnita



Quero descobrir,



Se é bom se é mau



Se tem fogo, se tem água



Talvez tenha amor,



Talvez meu consolo,



Quem sabe?



Se agora acaba a dor!

Neco
(http://www.imgay.blogs.sapo.pt)
(mailto:aaaa@HOTMAIL.COM)
Anónimo a 16 de Abril de 2005 às 00:16

Então cuida bem dos teus filhotes e depois volta. Fico à tua espera, Grilinha. Beijos.animaleja
(http://animaleja.blogs.sapo.pt)
(mailto:animaleja@sapo.pt)
Anónimo a 15 de Abril de 2005 às 22:37


Fernanda Grilo
(Grilinha)
16/12/1957
Lisboa-Portugal
Abril 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

17
18
19
20
21
23

24
26
27
29
30


comentários recentes
Também existe a almofada cervical térmica para o a...
que cada um dos teus desejos se cumpra. Deu-me sau...
ObrigadaO comentário anterior seguiu com o meu end...
Obrigada "Cantinho da casa"Feliz Ano Novo
Oh! Cheguei tarde.Mas não deixo de lhe desejar mui...
Feliz Ano 2018, Grilinha.Quando espreito este blog...
Olá.Quando vi no mail "Grilinha", voltei a sorrir....
Olá Maria AraújoObrigada por te teres lembrado de ...
Boa noite.Há minutos, enquanto jantava, lembrei-me...
Gostei muito de ler a tua opinião! Um beijinho
Posts mais comentados
180 comentários
116 comentários
91 comentários
84 comentários
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar