O meu outro Blog - de Culinária
"A Cozinha da Grilinha"


10
Mai 09

No meu tempo já havia Cerelac e Nestum mas o ordenado dos meus pais não chegava para essas iguarias e por isso mesmo fui alimentada com a Maizena.


Já os meus filhos são da Geração "Cerelac" e "Nestum" e "toda a variedade múltipla de cereais que apareceu no mercado".


Este post vem a propósito da polémica metáfora usada pelo Sr Manuel Pinho que "mandou" o Sr Paulo Rangel "comer papa Maizena" !!


Óh meus amigos tsss tsss!!! Eu acho que o Sr Manuel Pinho se lembrou que foi a Maizena e as papas Nestum que alimentaram as crianças deste País no início do séc. passado quando se atravessava uma das maiores crises do pós-guerra.

Pela mão do Prof Egas Moniz (1923+/-) foi criada a 1ª fábrica de Leite em pó no País e conseguiu trazer para Portugal em 1958 (tinha eu 1 anito) as primeiras papas Nestum.


Criaram-se Homens e Mulheres saudáveis a comer Maizena.

Hoje em dia e a atravessar a crise mundial deste séc. há muita gente que não tem dinheiro para comprar a farinha e dar um prato de papa Maizena para alimentar os filhos.


Para fortalecer, dizia a minha mãe, colocava uma gema de ovo e uma colher de manteiga com uma casquinha de limão e o açúcar por cima (sempre fui gulosa).


Os meus filhos (década de 80) preferiam o Nestum com Mel ou a Cerelac mas comeram muita Maizena pelo meio.

Quase no final, perguntava-lhes se não queriam mais e, se acenavam com a cabeça que "não"; -Óh que chatice, lá fazia o sacrificio de acabar com o resto.


Isto tudo para vos dizer que tanta polémica nas televisões e nos jornais me deram saudades da Maizena.


O Sr. Manuel Pinho não me mandou comer papa Maizena mas bem que podia pois eu gosto e alimenta muito melhor do que muita comidinha de plástico que se anda por aí a comer.


Entendam-se, façam as pazes e saboreiem um prato de papa Maizena que eu já fiz o mesmo.


São servidos? Acabou o prazo!!

 

 

 

* * Grilinha * * às 01:28
estou:

Olá Grilinh.Vim aqui agradece os seus comentários ao meu post. Preferi vir aqui directamente.
Queria dizer-lhe també, que, em relação a esta histórua da farinha Maizena, este dias, fui a tribunal fazer umas declarações sobre o meu vizinho do 1º andar. Mas durante a conversa com o assessoe do ministério público ele falou nesta host´roia da Miauze. Disse-lhe que não estava a perceber mas ele também mão se deu ao trbalho de me esclarecer. Deveria ter pensado que eu não me interessava pelo que se passa por este país.
Mais tarde vim a saber da história, Deduzo que teria acontecido enquanto estive fora do país.
Agora que li este post entendi melhor.Sabe que penso? A farinha Maizema deve estar a fazer falta á maioria dos nossos políticos.
Eu sou do tempo disso tudo mas nunca apreciei.
Penso que o leite creme que a minha mãe fazia, o leite que vinha directamente da vaca, e a farinha de mandioca ou de pau, como se chamava aqui, eram o sustento de muitas famílias.
E confirmo o que disse aqui. Alimentavam melhoir que muitos alimentos que andam aí nos supermercados e restaurantes deste país.
E para acabr, fiquei muito feliz por "vê-la" por aqui.
Lembro-me de si e faço sempre votos que a saúde, mesmo que a passos lentos, se restabeleça.
Um beijinho.
Maria
Maria Araújo a 10 de Maio de 2009 às 22:30

Obrigada, volta sempre
* * Grilinha * * a 23 de Maio de 2009 às 16:35


Fernanda Grilo
(Grilinha)
16/12/1957
Lisboa-Portugal
As Visitas
desde Nov/2003

Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
14
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30



comentários recentes
Boa tarde! Posso solicitar o contacto este médico?...
Pois, teve sorte, eu perdi meio dia de trabalho e ...
tenho contacto varias associações e nem sequer dão...
Estava a tentar ensinar a "lengalenga" à filhota, ...
Também existe a almofada cervical térmica para o a...
que cada um dos teus desejos se cumpra. Deu-me sau...
ObrigadaO comentário anterior seguiu com o meu end...
Obrigada "Cantinho da casa"Feliz Ano Novo
Oh! Cheguei tarde.Mas não deixo de lhe desejar mui...
Feliz Ano 2018, Grilinha.Quando espreito este blog...
Posts mais comentados
180 comentários
116 comentários
91 comentários
84 comentários
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar