O meu outro Blog - de Culinária
"A Cozinha da Grilinha"


10
Mai 09

No meu tempo já havia Cerelac e Nestum mas o ordenado dos meus pais não chegava para essas iguarias e por isso mesmo fui alimentada com a Maizena.


Já os meus filhos são da Geração "Cerelac" e "Nestum" e "toda a variedade múltipla de cereais que apareceu no mercado".


Este post vem a propósito da polémica metáfora usada pelo Sr Manuel Pinho que "mandou" o Sr Paulo Rangel "comer papa Maizena" !!


Óh meus amigos tsss tsss!!! Eu acho que o Sr Manuel Pinho se lembrou que foi a Maizena e as papas Nestum que alimentaram as crianças deste País no início do séc. passado quando se atravessava uma das maiores crises do pós-guerra.

Pela mão do Prof Egas Moniz (1923+/-) foi criada a 1ª fábrica de Leite em pó no País e conseguiu trazer para Portugal em 1958 (tinha eu 1 anito) as primeiras papas Nestum.


Criaram-se Homens e Mulheres saudáveis a comer Maizena.

Hoje em dia e a atravessar a crise mundial deste séc. há muita gente que não tem dinheiro para comprar a farinha e dar um prato de papa Maizena para alimentar os filhos.


Para fortalecer, dizia a minha mãe, colocava uma gema de ovo e uma colher de manteiga com uma casquinha de limão e o açúcar por cima (sempre fui gulosa).


Os meus filhos (década de 80) preferiam o Nestum com Mel ou a Cerelac mas comeram muita Maizena pelo meio.

Quase no final, perguntava-lhes se não queriam mais e, se acenavam com a cabeça que "não"; -Óh que chatice, lá fazia o sacrificio de acabar com o resto.


Isto tudo para vos dizer que tanta polémica nas televisões e nos jornais me deram saudades da Maizena.


O Sr. Manuel Pinho não me mandou comer papa Maizena mas bem que podia pois eu gosto e alimenta muito melhor do que muita comidinha de plástico que se anda por aí a comer.


Entendam-se, façam as pazes e saboreiem um prato de papa Maizena que eu já fiz o mesmo.


São servidos? Acabou o prazo!!

 

 

 

* * Grilinha * * às 01:28
estou:

Olá Grilinh.Vim aqui agradece os seus comentários ao meu post. Preferi vir aqui directamente.
Queria dizer-lhe també, que, em relação a esta histórua da farinha Maizena, este dias, fui a tribunal fazer umas declarações sobre o meu vizinho do 1º andar. Mas durante a conversa com o assessoe do ministério público ele falou nesta host´roia da Miauze. Disse-lhe que não estava a perceber mas ele também mão se deu ao trbalho de me esclarecer. Deveria ter pensado que eu não me interessava pelo que se passa por este país.
Mais tarde vim a saber da história, Deduzo que teria acontecido enquanto estive fora do país.
Agora que li este post entendi melhor.Sabe que penso? A farinha Maizema deve estar a fazer falta á maioria dos nossos políticos.
Eu sou do tempo disso tudo mas nunca apreciei.
Penso que o leite creme que a minha mãe fazia, o leite que vinha directamente da vaca, e a farinha de mandioca ou de pau, como se chamava aqui, eram o sustento de muitas famílias.
E confirmo o que disse aqui. Alimentavam melhoir que muitos alimentos que andam aí nos supermercados e restaurantes deste país.
E para acabr, fiquei muito feliz por "vê-la" por aqui.
Lembro-me de si e faço sempre votos que a saúde, mesmo que a passos lentos, se restabeleça.
Um beijinho.
Maria
Maria Araújo a 10 de Maio de 2009 às 22:30

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Fernanda Grilo
(Grilinha)
16/12/1957
Lisboa-Portugal
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
14
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30



comentários recentes
Olá! Vamos ter cuidado! Santo António não apareceu...
Boa tarde amigo, então ainda tem o sofá ou não, an...
Vim aqui parar ao seu blog por puro acaso. Será? N...
9 3sp8r8t9. e etern9 e o tempo infinito e a alma i...
É tão bom comemorar o aniversario, ainda mais ao l...
Tomei esse comprimidinho tramadol depois de uma ci...
Boa tarde! Posso solicitar o contacto este médico?...
Pois, teve sorte, eu perdi meio dia de trabalho e ...
tenho contacto varias associações e nem sequer dão...
Posts mais comentados
180 comentários
116 comentários
91 comentários
84 comentários
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
subscrever feeds