O meu outro Blog - de Culinária
"A Cozinha da Grilinha"


03
Out 08

Muitos de vós que me lêem podem discordar mas eu acho que a crise existe porque nos habituámos a ter  "mais olhos que barriga"

 

Todos reclamam da crise. Sim, eu também reclamo.

 

As sondagens mostram que há menos compra de casa própria mas os empreendimentos de luxo em construção, já estão quase todos vendidos.

 

A compra de carro novo aumentou 4% no 1º semestre deste ano.

 

Há 1,5 telemóveis por cada Português

 

Portáteis, Plasmas, Dvds, Consolas e jogos dispararam as vendas em 2008

 

As viagens de avião para férias aumentaram em relação ao mesmo período em 2007

 

Os consumidores não aderiram ao apelo da DECO e atestaram as suas viaturas normalmente sem reclamar.

 

Poderia ficar aqui a enumerar infinitas causas para a crise mas não adiantaria.

 

Eu faço parte de uma geração que cresceu a conviver com a palavra “poupar” mas que não a soube aplicar a partir do momento em que a economia Portuguesa e Mundial deram saltos de canguru.

Agora, que se esbanjou, usou e abusou das regalias é que deitamos as mãos á cabeça e dizemos "isto é que vai uma crise!!"

 

Crise?

 

Por falar em crise! Estou a precisar de umas pantufas novas.

Isto é que vai uma crise!!!

 

* * Grilinha * * às 20:52
estou: céptica em relação á crise

Esta questão é cpntroversa e gera muitas opiniões diferentes. Por um lado, concordo contigo quando falas de crise... Qal crise? A verdade é que grande parte das pessoas se habituou e ir tendo, mais ou menos, tudo o que queria. Toda a gente tem carro, computador e já ninguém pensa, sequer, em alugar casa. E é normal ir jantar fora...
No tempo dos meus pais as coisas não eram assim. E, no entanto, não eram más. Herdei livros escolares e (muita roupa) da minha irmã ou até de pessoas amigas, que tinham filhas um pouco mais velhas do que eu. Quem é que faz isso, hoje em dia?
Por outro lado, poupanças, poupanças... Acho que é preciso é aproveitar a vida, enquanto pudemos.
Miss M a 6 de Outubro de 2008 às 14:25

Concordo contigo pois a maioria das pessoas habituaram-se a um nivel de vida que não querem abdicar.

Eu optei por aproveitar eta fase menos boa (o braço partido) e fazer umas poupanças.
Se estivesse com o braço bom andava de carro todos os dias e assim não posso pelo que optei por colocar 1€ num porquinho por cad dia que fico em casa.

Mando vir as compras pela internet e não compro o que não preciso. O valor do transporte compensa para a gasolina, lanche e tempo que não gasto.

Lavo a roupa e a loiça á noite que a electricidade é mais barata (contador bi-horário)

Vamos lá a ver se poupo alguns euritos que se justifique

* * Grilinha * * a 12 de Outubro de 2008 às 17:40


Fernanda Grilo
(Grilinha)
16/12/1957
Lisboa-Portugal
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
16
18

19
20
21
23
24
25

26
27
29
30


comentários recentes
Olá! Vamos ter cuidado! Santo António não apareceu...
Boa tarde amigo, então ainda tem o sofá ou não, an...
Vim aqui parar ao seu blog por puro acaso. Será? N...
9 3sp8r8t9. e etern9 e o tempo infinito e a alma i...
É tão bom comemorar o aniversario, ainda mais ao l...
Tomei esse comprimidinho tramadol depois de uma ci...
Boa tarde! Posso solicitar o contacto este médico?...
Pois, teve sorte, eu perdi meio dia de trabalho e ...
tenho contacto varias associações e nem sequer dão...
Posts mais comentados
180 comentários
116 comentários
91 comentários
84 comentários
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar