O meu outro Blog - de Culinária
"A Cozinha da Grilinha"


20
Dez 06
Convite

Dei-me conta um dia destes, que o Seu aniversário está a chegar. Não que eu tivesse anotado no calendário. Lembrei da data, por causa do tumulto das lojas.
 
Todos os anos é assim.
As pessoas ficam muito preocupadas em comprar muitos presentes e coisas novas.
 
O mais estranho é que eles não são para Você. São para si mesmos, para parentes, amigos, clientes, conhecidos.
 
Este ano, pensei em convidar Você para comemorar o seu aniversário lá em casa.
 
Como a sua família é a humanidade, é possível que Você tenha muitos convites.
 
É possível que muitas pessoas, no mundo todo, queiram que Você esteja com elas, nesse seu dia tão especial.
 
Sabe, como existe a questão do fuso horário, criando diferentes horas em diversos locais do globo, creio que Você não terá muitas dificuldades.
 
Você poderá vir à hora que quiser. Estarei á espera. A minha casa não é muito grande. Aliás, é bem pequena. Tenho a certeza que Você não se importará.
 
E também creio que não se importará de andar em estrada de chão, porque o bairro onde moro é dos mais distantes. Quase do outro lado da cidade.
 
Porém, como Você andou muito pelas estradas, e pelos campos, não creio que terá dificuldades em enfrentar esse pequeno percurso.
 
Se vier durante o dia, Você reconhecerá a minha casa, pelas rosas que enfeitam a cerca. Estarão todas desabrochadas, no dia do seu Natal.
 
Elas costumam debruçar-se, pendendo para o lado de fora da rua. Tenho a certeza que nesse dia, mais do que nunca, elas estarão alongando as suas hastes para vê-Lo desde longe.
 
E quando o virem, exalarão tal perfume que me dirá que Você está chegando.
 
Deixarei a luz acesa, caso Você decida vir após o cair da tarde. E a porta entreaberta.
 
A mesa estará posta. Tenho guardado uma toalha para ocasiões especiais. Estará cobrindo a velha mesa.
 
Cozerei pão. Possivelmente não será tão saboroso como o de sua mãe. Entretanto, tenha a certeza que farei a massa com todo o carinho.
 
Colherei frutas das árvores do quintal e farei um bolo. Como sei que Você aprecia convidar os que andam pelas ruas, os que andam sozinhos, para a comemoração do seu aniversário, colocarei alguns pratos extra.
 
Só peço que Você não convide muita gente, Jesus. Afinal, a minha casa é pequena e os meus recursos são poucos.
 
Mas, repartirei com prazer o que tiver.
 
Talvez Você não possa ficar muito tempo. Sei que Você é muito ocupado. Contudo, mesmo que Você parta, os seus amigos poderão ficar.
 
Continuaremos a conversar sobre a grandeza dos Seus feitos e a sublimidade dos Seus ensinos. Preciso muito relembrar essas questões tão esquecidas.
 
Se Você vier, Jesus, talvez possa este ser o Natal da minha redenção.
 
É que me sinto um tanto perdida, entre as coisas do mundo. Ando esquecida de orar. Por vezes, quase esqueço que sou filha de Deus. E herdeira do universo.
 
Sinto-me tão só que esqueço que posso encontrar irmãos em toda a parte.
 
Esqueço de tantas coisas. Por isso, Jesus, a sua presença, no Seu aniversário, será tão importante.
 
Desejo, sinceramente, Jesus, que Você possa vir à minha casa para encher de luz o meu coração e a minha vida.
 
Eu lhe direi feliz aniversário.
Você me dará o presente da sua presença. E, então, será verdadeiramente Natal.
 
(recebido por mail - autor desconheçido)
* * Grilinha * * às 02:17
estou:
tags:

14
Dez 06


Amanhã o Sol será o mesmo mensageiro de luz, mas as circunstâncias, pessoas e coisas poderão estar diferentes.



Hoje é hora de agir, semear, investir afectos em favor daqueles que vivem consigo.



Hoje é o dia de seguir no tempo sem fim.

* * Grilinha * * às 12:34
estou: sensivel
tags:

13
Dez 06

Quando olho para trás, percebo que fiz muitas asneiras.

Acertei bastante, mas também errei bastante.

 

Quando olho para a frente, tenho a certeza de que vou acertar e errar bastante também.

 

É impossível acertar sempre.

 

Mas o importante é que não gastemos o nosso tempo nem a nossa energia nos torturando.

 

A autocrítica pelo que não deu certo, além de ser nociva para a saúde, faz com que se perca o brilho que a vida nos oferece.

  

Um dia destes perguntaram-me porque tomei determinada decisão estúpida há uns tempos atrás.

Respondi que me arrependia do que tinha feito, mas expliquei que, naquele momento a minha atitude me pareceu lógica.

Se eu tivesse o conhecimento e a maturidade de hoje, certamente a decisão seria diferente.

Por isso é que hoje digo: não se torture por algo que não deu certo no passado.

Talvez você tenha escolhido a pessoa errada para viver consigo.

Talvez tenha saído da melhor empresa onde poderia trabalhar.

Talvez tenha destratado um familiar ou amigo.


Não importa o que você fez, não se torture, perceba apenas o que tem de fazer e faça.

 

Se você sente culpa, perdoe-se.

 

E, principalmente, compreenda que agiu assim porque, na ocasião, era o que achava melhor fazer.

 

Há uma história que explica bem o que sinto:
- Um pescador chegou à praia de madrugada para o trabalho e encontrou um saquinho cheio de pedras.

 

Ainda no escuro da noite começou a atirar as pedras ao mar.

 

Enquanto fazia isso, o dia foi clareando até que, ao se preparar para atirar a última pedra, percebeu que era preciosa!

 

Ficou arrependido e comentou o incidente com um amigo que lhe disse:

 

– Realmente, seria melhor se prestasses mais atenção no que fazes, mas ainda bem que sobrou a última pedra!

 

 

 

Existem pessoas que não prestam atenção no que fazem e depois passam a vida inteira arrependidas pelo que não fizeram, mas poderiam ter feito, martirizando-se pelos seus erros.


Se está agindo assim, deixo-lhe uma mensagem especial:

Não gaste o seu tempo com remorsos nem arrependimentos, você ainda tem muitas pedras preciosas no seu coração, muitos momentos lindos para viver e muitos erros para cometer.

Aproveite as oportunidades e curta plenamente a vida. 

* * Grilinha * * às 00:58
estou: em época natalicia
tags:

02
Jun 06

Com toda a certeza, a pior sensação dos pais (mãe e pai) é a de ter um filho doente.

 

A aceitação da doença por parte dos pais e da restante família é fundamental, na medida em que contribui de forma significativa para a diminuição do sofrimento da criança e de todos os que a rodeiam.

 

A Esclerose Tuberosa, também conhecida como Síndrome de Bourneville-Pringle é uma desordem genética.

É uma doença degenerativa, causadora de tumores benignos, que pode afectar diversos órgãos, especialmente cérebro, coração, olhos, rins, pele e pulmões.

Ainda não há cura para esta síndrome, apenas tratamento para os seus sintomas.

 

Independentemente da natureza da doença, seja ela física ou psicológica, a perda, o medo e o stress emocional são uma constante, quer para as crianças, quer para os pais.

Quando os adultos têm plena consciência deste facto, mais facilmente poderão assegurar o bem-estar da criança, ser sensíveis às suas necessidades e ajudá-las a aprender a lidar bem com a doença.

 

A Marta é uma menina privilegiada por ter uma família que a apoia e lhe dá todo o carinho e cuidados de que precisa.

Sãos pais presentes, que dão atenção, carinho, beijinhos, oferecem colo,  educação, enfim ..... que dão amor.

A irmã dedica-lhe toda a atenção, carinho e amor.

Um amor sem medidas.

Um amor que, muitas vezes, não se explica.

Um amor que supera os limites do cansaço, da paciência, da disposição, da doação...

Um amor incondicional que uma menina de 21 anos se esforça para dar um sentido extra à vida da irmã.

 

A escola tem sido uma parte importante na vida da Marta.

O convívio com as outras crianças ajuda-a na comunicação e no desenvolvimento.

 

Na passada segunda-feira (29 de Maio) a Marta foi submetida a uma complicada intervenção cirúrgica para extrair um tumor cerebral. Correu bem a cirurgia e já recupera a olhos vistos.

Na 4ª feira recebeu muitas visitas e entre elas a das professoras que lhe entregaram um quadro feito pelos colegas da sala de aula a desejarem-lhe “rápidas melhoras”.

 

A Natação e a Terapia da Fala são duas actividades que muito têm contribuído para o seu desenvolvimento.

  

Na próxima semana vem para casa.

 

Para a Marta um beijinho da tia Fernanda (Grilinha) com votos de rápidas melhoras.

* * Grilinha * * às 01:30
tags:

13
Mai 06

Neste dia a Cova da Iria é um mar de gente, envergando a solenidade de quem espera, de quem reza, de quem acredita.

É espantoso o impacto dessas peregrinações e extraordinária a força das celebrações.

Sejam quais forem as circunstâncias, os locais ou os propósitos, o homem precisa de acreditar em qualquer coisa para que se motive, para que descubra uma razão para tudo o que pensa e para quanto faz.


A Fé pode ser uma ilusão, mas que ilusão é essa tão consoladora ?
* * Grilinha * * às 00:09
tags:


Fernanda Grilo
(Grilinha)
16/12/1957
Lisboa-Portugal
As Visitas
desde Nov/2003

Janeiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


comentários recentes
ObrigadaO comentário anterior seguiu com o meu end...
Obrigada "Cantinho da casa"Feliz Ano Novo
Oh! Cheguei tarde.Mas não deixo de lhe desejar mui...
Feliz Ano 2018, Grilinha.Quando espreito este blog...
Olá.Quando vi no mail "Grilinha", voltei a sorrir....
Olá Maria AraújoObrigada por te teres lembrado de ...
Boa noite.Há minutos, enquanto jantava, lembrei-me...
Gostei muito de ler a tua opinião! Um beijinho
http://meninadeangola.blogspot.com (http://meninad...
Posts mais comentados
65 comentários
28 comentários
23 comentários
22 comentários
22 comentários
14 comentários
8 comentários
7 comentários
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
subscrever feeds