O meu outro Blog - de Culinária
"A Cozinha da Grilinha"


18
Fev 09

 

Não é a 1ª vez e por certo não será a última que o "Grilinha" entra em pausa.

 

Um blog é uma janela aberta da nossa vida onde os outros bloguistas vizinhos passam e param um pouco para dar e receber dois dedos de conversa.

 

Para manter um blog activo entendo que o mesmo deve ser actualizado com regularidade. Uma pausa, por breve que seja, deverá ser anunciada aos seus habituais leitores e amigos.

Vou andar por aí a ler e comentar os outros blogs mas não dá para escrever, o que quer que seja, por aqui. O Eee PC andará sempre comigo.


A si, que aqui veio parar

Quero pedir um favor

Não se esqueça de comentar

Preciso do seu "net-amor"

 

(repescado)

* * Grilinha * * às 15:25
estou: apreensiva
tags: ,

13
Fev 09

Dedico este post/receita ao bloguista  Gato Pardo


Há algum tempo o mesmo andou com intenção de substituir o outlook por pombos correio e depois enfiá-los no tacho com arroz!!!


Tentei demovê-lo da ideia, alegando que é crime cozinhar pombos correio e o pior é que estão cheios de anabolizantes e não servem para comer. Tentativa falhada pois o mesmo ainda hoje continua com a ideia de enfiar os pombos correio no tacho!!!


Aquele post do Gato Pardo fez-me lembrar os pombos novos (borrachos) guisados com ervilhas e batatinhas novas que a minha mãe fazia, pois tínhamos capoeiras com pombos, galinhas, coelhos e codornizes.

 

Na falta de pombos decidi realizar a mesma receita mas com codornizes.


Codornizes guisadas com ervilhas e batatinhas novas

 



4 codornizes

1 copo (3dl) de vinho branco

sal

500 grs de ervilhas

500 grs de batatinhas novas

1 cebola

2 dentes alho

1 caldo de knorr de alho e tomate ou 2 colheres de sopa de concentrado de tomate

4 colheres de sopa de azeite

+/- 1 Litro de água quente


Limpam-se as codornizes e cortam-se em quartos temperadas com o vinho, sal e alho picado ficando a marinar 2 ou 3 horas.

Num tacho coloca-se o azeite e o knorr/tomate diluído com um pouco de água e colocam-se todos os ingredientes cortando as batatas aos quartos.

Vai-se acrescentando a água ao longo da cozedura.


BOM APETITE

* * Grilinha * * às 14:41
estou:

11
Fev 09

Ontem tinha alguns assuntos para tratar e saí de casa a meio da manhã.

Decidi levar o carro para ver como me ambientava com o braço partido e correu tudo bem.

Consegui estacionar em frente á Seg Social (coisa rara)

 

11:00 horas

Seg Social Areeiro para entregar os docs do rapaz e pedir alguns esclarecimentos

Sala D e mais de 50 nºs á frente

Dou pela falta do telemóvel mas já não podia fazer nada

Liguei o EeePC e enviei email ao rapaz a avisar a falta do TM e que avisasse o pai (não me lembrei que ele não lê emails pessoais na hora de trabalho)

Desliguei o EeePC, fui atendida e esclarecida

 

13:00

Fábrica de Chaves do Areeiro para fazer duplicados das chaves da nova fechadura.

45 minutos depois entregam-me as 2 chaves (ao chegar a casa uma delas não funciona)

 

13:45

O melhor era comer qualquer coisa antes que o esqueleto começa-se a dar sinais de fraqueza.

Sopa de nabiças, salgado, sumo e leite creme

 

14:30

Visita aos Sogros e fazer alguns telefonemas a avisar onde estava.

1º telefonema - engº aos gritos do outro lado pois já tinha vindo a casa á minha procura e ligado 7 vezes para TM, 1 para o filho, 1 para a filha e 1 para os pais.

2º telefonema - rapaz já tinha recebido telefonema do pai e só depois se lembrou de ir ver os emails

 

16:00

O telemóvel registava 11 chamadas não atendidas!!!

7 do engº

2 da filha

1 do amigo JP

1 da amiga Patroa (da Roulotte das Farturas)

 

Eu sei que foi falha minha não enviar sms do EeePC para todos, mas não me passou pela cabeça que entrassem em pânico com a minha ausência

 

Resumo: O rapaz tem os docs entregues e em dia e o braço porta-se bem na condução.

Tenho que voltar á FCA para refazer a chave errada (10€ cada chave é caro)

* * Grilinha * * às 13:40
tags:

10
Fev 09

"algumas palavras que nos são ditas ferem-nos lentamente, a falta delas, certas vezes, mata-nos de uma só vez"

 

O título deste post refere-se a uma das frases que repeti vezes sem conta ao longo da minha vida profissional.


A Tabaqueira tinha uma cultura de Empresa bastante futurista para a época e por isso mesmo aprendi a ser organizada (até demais) no meu trabalho e dividir conhecimentos com os colegas da secção.


Já na Electroliber as coisas não eram assim.

Por ser uma empresa familiar e com o patrão á frente dos comandos, os trabalhadores mais antigos e com menos formação académica receavam que os mais novos lhes tirassem o lugar.

Por vezes tinha que os obrigar a ir para casa descansar uns dias pois achavam que sem eles a Empresa parava.

Lá lhes dava uma longa conversa e no final vinha a frase:

- Ninguém é imprescindível e a vida que temos é só uma


Mal sabia eu que me viria a acontecer  ter que me afastar das minhas funções durante um lonnnngo período (3 anos).

Valeu-lhes (aos meus colaboradores directos - Zé, João, Mena, Suzana1 e Suzana2) a formação que lhes dei ao longo dos anos para que me substituíssem nalguma eventualidade.

Cumpriram na perfeição todos os procedimentos inerentes aos Recursos Humanos de uma Empresa com 1200 trabalhadores de 1998 a 2001.


Esta conversa toda é para dizer que só mais tarde percebi o sentimento de "balde de água fria" que aqueles trabalhadores mais antigos sentiam ao ouvir que "ninguém é imprescindível".

Davam uma vida de esforço e dedicação à Empresa (vestiam a camisola - como eles diziam) e de um dia para o outro sentiam-se sem préstimo.


Hoje percebo que não é só na vida profissional que não somos imprescindíveis mas também na vida social e familiar.


Ontem à noite na sequência de uma conversa a dois na hora do chá e das torradas, recebi uns cubos de gelo pela "espinha" abaixo:

- bla bla bla ..... quando um dia isso acontecer sinto que não me vai custar pois já estou preparado!.


Volta e meia o rapaz tem umas saídas que me abanam a "psico" violentamente


Sei que não sou imprescindível

Sei que o tempo é a cura para a saudade

Sei que um dia chegará a minha hora de ir teclar com o S. Pedro


O que vale é que o dia de hoje esteve cheio de sol e com mais algumas novidades agradáveis que contarei noutro post


Grilinha

* * Grilinha * * às 17:13
estou:

07
Fev 09

É bom ter Amigos e saber mantê-los para que em certos momentos da vida nos reconfortem com palavras, afectos e miminhos como estes que a Equipa dos Blogs & Cª me presenteou






Obrigada pela flor linda e pernalta como eu e pelo postal cheio de palavras de conforto que sabem tão bem


Nota: Quanto aos cozinhados, o rapaz já se abasteceu de pizzas e massas italianas para 1 mês


Grilinha

* * Grilinha * * às 18:09
estou: de coração apertadinho
tags: ,


Fernanda Grilo
(Grilinha)
16/12/1957
Lisboa-Portugal
As Visitas
desde Nov/2003

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


comentários recentes
ObrigadaO comentário anterior seguiu com o meu end...
Obrigada "Cantinho da casa"Feliz Ano Novo
Oh! Cheguei tarde.Mas não deixo de lhe desejar mui...
Feliz Ano 2018, Grilinha.Quando espreito este blog...
Olá.Quando vi no mail "Grilinha", voltei a sorrir....
Olá Maria AraújoObrigada por te teres lembrado de ...
Boa noite.Há minutos, enquanto jantava, lembrei-me...
Gostei muito de ler a tua opinião! Um beijinho
http://meninadeangola.blogspot.com (http://meninad...
Posts mais comentados
180 comentários
116 comentários
91 comentários
84 comentários
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
subscrever feeds