O meu outro Blog - de Culinária
"A Cozinha da Grilinha"


30
Dez 09

Este post tem estado pendente mas achei por bem publicá-lo já, para não começar o ano com posts de "Mau-Feitio"

.............................

Ouve-se muito a frase "O Natal já não é o que era!!"

 

Eu acho que o Natal continua a ser o que era mesmo acompanhando as alterações ao longo dos anos.

 

Na minha infância e juventude (décadas de 60 e 70) a noite de Natal era uma típica noite da Beira Baixa:

- Alguns elementos da família (nunca menos de 15) juntavam-se numa das casas maiores e festejava-se o nascimento do menino Jesus com a ceia (bacalhau, couves e batatas) e fritavam-se as filhoses e coscorões ao longo da noite ao som dos cantares típicos de Natal.

Os mais novos divertiam-se a ajudar as mães e tias a esticar a massa das filhoses.

As prendas (a dos pais e pouco mais) estavam em casa de cada um e só se abriam na manhã do dia 25.

 

Com o passar dos tempos e acompanhando a evolução económico/consumista do País e do Mundo e a constituição das famílias, a comemoração do Natal sofreu alterações.

 

Os mais novos (primos e primas) foram casando e assim se foram formando vários núcleos familiares.

 

Não fui excepção e desde 1979 que passei a ter o Natal em minha casa com a família que constituí (filhos, pais, sogros e cunhados). Com o decorrer dos anos, novas famílias e novas divisões se impuseram.

 

Hoje em dia "a crise" é motivo de justificação para tudo e mais alguma coisa e para muitos nesta época ela vem mesmo a calhar para justificar o que não tem justificação (digo eu que tenho mau-feito).

A crise??!!! Não será ela justificação esfarrapada para justificar o que não tem justificação?

 

Para mim as crianças e jovens continuam a ser o alvo dos festejos do Natal (família, ternura do passado, valor do presente e esperança no futuro).

 

Recordo com saudade a simples filhós (forma de boneco) que a minha avó mandava para Lisboa e nunca se esquecia de nenhum dos mais de 30 netos que tinha.

* * Grilinha * * às 02:12
estou: a remoer o assunto

O Natal vai mudando mas o importante é manter o espírito de união familiar.
Espero que tenhas tido um bom Natal e que o ano de 2010 seja melhor que este velhinho 2009, sobretudo no campo da saúde.
Beijinhos!!
Dina a 30 de Dezembro de 2009 às 08:40

Olá Dina
O Natal foi excelente (vê o post anterior)

Votos de um Bom Ano para ti e para os teus e muita saúde.

beijinhos
* * Grilinha * * a 30 de Dezembro de 2009 às 12:02

Pois é minha querida..
Tudo muda na vida, mas nunca para melhor no que respeita a tradições.
antonio a 30 de Dezembro de 2009 às 13:29

Tenho pena que algumas tradições se percam.
Eu fiz os possiveis por transmitir aos meus filhos esses valores e fico feliz por ver que eles ainda os conservam
* * Grilinha * * a 2 de Janeiro de 2010 às 03:16

Grilinha, que o Novo Ano te traga muita SAÚDE, AMOR e PAZ!
Já desisti de entrar na Yoville e mesmo ao FB não vou há bastante tempo. Acho que o que eu sou mesmo, mesmo é "poetomaníaca" e depois de criar o poetaporkedeusker e seus derivados, todo o tempo é pouco para poetar! :-)) passei a ser, também, "blogomaníaca" :-)))
Os anticorpos da mononucleose que apanhei há oito anos atrás, dispararam, de novo, nestas últimas análises e, para ajudar, veio uma tremenda cárie com um abcesso que mais parecia uma bola de ténis! Hoje já estou melhor... só não sei como ainda nos não encontrámos lá pelo Egas! Nos últimos meses tornou-se a minha segunda casa :-))
Bom... não tarde estão a pôr-me na rua e eu nem visitei 1/10 dos amigos que queria visitar...
Um FELIZ 2010!
poetaporkedeusker a 30 de Dezembro de 2009 às 17:31

Feliz Ano Novo tb para ti e para a tua família.

Que o ano novo te traga mais saúde.

Beijinhos
* * Grilinha * * a 2 de Janeiro de 2010 às 03:17

Caramba, Grilinha! Eu estava tão entusiasmada com este 2010 e nem acredito no que me aconteceu! Lembras-te de eu andar meia tonta por causa de um incisivo superior que se tinha partido? Pois lá o mandei "colar" e hoje partiu-se outra vez!!! Estou aqui de boquinha bem fechada e assim ficarei até não sei quando... amanhã vou arrancar o dente que está a doer - se puder ser - mas isto deve ser com o protésico... :(
Bjo gde!
poetaporkedeusker a 4 de Janeiro de 2010 às 16:12

Feliz 2010! Que o novo ano te traga tudo o que mais desejas, e que os melhores dias de 2009 sejam iguais aos piores de 2010!

B'jinhos
Fátima Bento a 30 de Dezembro de 2009 às 23:55

Obrigada

Um Bom Ano
* * Grilinha * * a 2 de Janeiro de 2010 às 03:17

Olá amiga!!
Que 2010 te traga essencialmente saúde
tudo o resto vem por acréscimo
Bjnh gd
lourenco.ana@gmail.com a 31 de Dezembro de 2009 às 01:08

Olá Ana

Um beijinho grande para ti para o Zé e para o Tomás

Um Bom Ano de 2010
* * Grilinha * * a 2 de Janeiro de 2010 às 03:20

Adorei este post....e a árvore.
Beijinho, saúde e Feliz Ano 2010.
cantinho
Maria Araújo a 31 de Dezembro de 2009 às 23:35

Obrigada Bom Ano
* * Grilinha * * a 2 de Janeiro de 2010 às 03:20

Pois é!
Não vejo razão para a crise acabar com os natais!
Os melhores natais da minha vida, foram aqueles que não tinha nada ou, então, teria muito pouco, comparado com os festejos de agora.
A malta, ensina os natais a ensinarem as crianças a seresm egoistas e avarentas.
Ainda bem que eu não tive tempo para aprender nada disso!
Beijinhos e votos de um melhor ano.
Ventor a 8 de Janeiro de 2010 às 14:50


Fernanda Grilo
(Grilinha)
16/12/1957
Lisboa-Portugal
As Visitas
desde Nov/2003

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
17
18
19

20
21
23
24
25

27
28
29


comentários recentes
Olá.Quando vi no mail "Grilinha", voltei a sorrir....
Olá Maria AraújoObrigada por te teres lembrado de ...
Boa noite.Há minutos, enquanto jantava, lembrei-me...
Gostei muito de ler a tua opinião! Um beijinho
http://meninadeangola.blogspot.com (http://meninad...
Ah ! Ah ! Ah !Adorei as regras.
Deixo o link para o meu Facebook:https://www.faceb...
Olá AméricoFiquei muito satisfeita de te voltar a ...
Posts mais comentados
180 comentários
116 comentários
91 comentários
84 comentários
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar